Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Cláudio Castro faz balanço dos desfiles na Sapucaí: ‘Carnaval mais seguro dos últimos tempos’

Aumento de 15% do efetivo no estado e uso da tecnologia, além de conscientização contra o assédio na folia, foram os destaques

Durante os quatro dias de folia no Sambódromo, o Governo do Estado esteve presente, por meio de suas secretarias, levando informação às milhares de pessoas que lotavam as arquibancadas e os camarotes da Marquês de Sapucaí. O ponto forte da estrutura foi a segurança pública, que contou com reforço de mais de 11 mil policiais militares no estado – aumento de 15% em relação a 2022 –e um posto avançado da 6ª delegacia de polícia no setor 11 da Sapucaí.

O esquema teve também pontos de bloqueio e revista com detectores de metais nos principais acesso ao sambódromo e imagens, em tempo real, feitas por helicópteros, drones e câmeras portáteis. O governador Cláudio Castro fez um balanço do evento.

  • Aprimoramos o nosso plano estratégico para a festa, aumentando o efetivo e o uso da tecnologia. Além disso, a sinergia entre o Governo do Estado e a prefeitura contribuiu para termos o Carnaval mais seguro dos últimos tempos – declarou o governador, destacando que o Carnaval pode gerar uma injeção de R$ 7 bilhões na economia em todo o estado.

Ainda sobre a segurança pública, outro destaque foi o programa “Patrulha Maria da Penha – Guardiões da Vida”, que promoveu aula de conscientização sobre importunação sexual para os foliões, além da distribuição de adesivos e ventarolas da campanha “Não é Não”.

A nova Secretaria da Mulher também fez bonito na avenida. Com o lema “Ouviu um não é não, respeite a decisão”, a campanha tem como objetivo combater o assédio sexual e as diversas formas de agressão contra as mulheres.

Nota 10 para prevenção a acidentes

O Corpo de Bombeiros realizou o trabalho de prevenção a acidentes, contando com 100 militares por dia, além de 20 viaturas de busca e salvamento, atendimento pré-hospitalar e combate a incêndio e salvamento, que ficaram posicionadas em locais estratégicos por toda a avenida.

A Operação Lei Seca atuou realizando testes de bafômetro nos motoristas dos carros alegóricos, totalizando cerca de 150 testes realizados durante os dias de desfiles. Todos os motoristas registraram taxa zero para a ingestão de bebida alcoólica.

O Detran-RJ também marcou presença, levando um carro simulador de capotamento. Cerca de 600 pessoas puderam sentir o perigo que é a combinação álcool e direção e a importância de respeitar as leis de trânsito.

A Fundação para a Infância e Adolescência (FIA) também participou das ações do Estado no Sambódromo. Foram distribuídas 15 mil pulseiras para a identificação dos menores de idade que estiveram presentes durante os quatro dias de desfile.

Tags

Compartilhe:

Edição 13/04/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Enem: prazo para solicitar isenção da taxa de inscrição começa nesta segunda-feira

Licenciamento de veículos: taxa de emissão do CRLV-e volta a ser cobrada

Protetoras sem respostas às críticas feitas à gestão municipal

Sesc Alpina recebe mais uma edição da ChocoSerra

“Agroturismo”, um convite para novas descobertas em Teresópolis

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE