Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Cláudio Castro reúne Comitê de Chuvas e determina ações para municípios atingidos

Governador criou um comitê para acompanhamento de gastos e desburocratização de iniciativas do governo estadual nas cidades; Cartão Recomeçar deve começar a ser entregue na próxima semana

O governador Cláudio Castro se reuniu com as secretarias e órgãos estaduais, nesta segunda-feira (15/01), no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), e determinou a publicação de um decreto para a criação de um grupo de acompanhamento de gastos para agilizar o atendimento aos municípios atingidos pelas chuvas do último fim de semana com as demandas locais, como aquisição de maquinários. Castro demandou ainda uma ação conjunta das pastas para seguir monitorando em tempo real as ações e resultados em cada cidade.

  • Primeiro, antes de tudo, quero prestar a minha solidariedade às famílias das vítimas dessa tragédia. Estamos nas ruas realizando limpezas e mobilizados para que as cidades afetadas voltem à normalidade o quanto antes. Ontem, o vice-governador Thiago Pampolha sobrevoou as cidades da Baixada, se reuniu com as equipes das prefeituras e mapeou as medidas imediatas. Com o Comitê de Acompanhamento dos Gastos, vamos atender as solicitações das prefeituras com mais rapidez – afirmou Castro.

Por ordem do governador, a entrega do Cartão Recomeçar, no valor de R$ 3 mil e pago em parcela única, à população prejudicada pelo temporal, será agilizada. O benefício cobre despesas com mobiliário residencial, eletrodomésticos e materiais de construção. Ele é destinado às famílias em vulnerabilidade após desastres naturais e que perderam móveis e eletrodomésticos ou que tiveram o imóvel danificado. Equipes da Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos estão nos municípios prestando assistência técnica às prefeituras, responsáveis pelos cadastros. A previsão é começar a liberar os recursos até a próxima semana.

O governador, que está em contato com os órgãos do Estado, as prefeituras e o governo federal desde as primeiras horas de sábado, solicitou ainda mais de R$ 733 milhões, por meio do Novo PAC – Cidades Sustentáveis e Resilientes – Prevenção a Desastres, ao presidente Lula para a realização da obra do Rio Botas, em Nova Iguaçu. No total, o Estado do Rio enviou 84 projetos para análise do governo federal, somando R$ 6,9 bilhões. Cláudio Castro também está articulando com a Light o restabelecimento do fornecimento de energia em algumas regiões.

Limpeza das ruas e ajuda humanitária
O Governo do Estado está nas ruas da Baixada Fluminense com mais de 100 máquinas, como retroescavadeiras e caminhões, auxiliando os trabalhos das prefeituras.

Desde as primeiras horas, a Secretaria de Desenvolvimento Social atende os moradores dos municípios atingidos. Até o momento, foram servidas 8,4 mil refeições e distribuídas 2,5 mil cestas básicas; 1,7 mil unidades de garrafas e copos de água; 2.547 fardos de água; 450 colchões; 2,1 mil insumos entre kits de higiene pessoal e limpeza; e 150 kits de enxoval, com travesseiro e cobertor.

Governador vai à Justiça por solução para a BR 0-40
O governador Cláudio Castro afirmou que vai notificar o Ministério do Transporte e a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) para cobrar uma solução urgente para a concessionária Concer resolver a situação da BR-040, impactada por alagamento na pista. O Estado também vai mover uma ação contra a empresa.

-É inadmissível que uma rodovia crucial para a mobilidade do estado fique tanto tempo interditada pela incompetência da concessionária. Mesmo com um enorme bolsão de água, não levaram nenhuma bomba para escoar – disse o governador.

R$ 4,3 bilhões em obras e ações
Para prevenir e combater desastres naturais, desde 2021, o Governo do Estado está investindo, por meio do PactoRJ, R$ 4,3 bilhões em obras e projetos pautados pelos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) estabelecidos pela ONU (R$ 3,8 bilhões), além de ações do Limpa Rio (R$ 550 milhões). São 1,9 mil intervenções para drenagem, dragagem, pavimentação asfáltica, contenção de encostas, obras de micro e macrodrenagem pluvial e outras melhorias para garantir a segurança da população.

  • O combate às tragédias provocadas pelas chuvas é permanente e recebe a atenção do Governo do Estado durante o ano todo. Estamos vivendo um novo normal. O Estado precisa ser resiliente. Ainda que façamos muito, sempre será pouco quando perdemos uma vida. É importante também a ajuda da população. Neste momento, precisamos da compreensão e da ajuda da população , para que não joguem lixo nas ruas . Isso dificulta a limpeza – solicitou.

Vítimas
O Corpo de Bombeiros segue no monitoramento e salvamentos com 2,4 mil militares e apoio de drones, aeronaves, cães farejadores, especialistas em resgate em estruturas colapsadas, entre outros recursos. As chuvas fizeram 12 vítimas fatais. A corporação realiza as buscas por mulher desaparecida após queda de veículo no Rio Botas, em Belford Roxo. Foram realizados 268 salvamentos desde sábado e 186 atendimentos nas últimas 24 horas.

Tags

Compartilhe:

Edição 24/02/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Viação Teresópolis atualiza tabela divulgada pelo Detro e informa novos valores

MEIs: Contadora explica aumento no valor da contribuição previdenciária

Paróquia Santa Rita de Cássia celebra 25 anos de criação da diocese

Automedicação em casos de dengue pode até agravar complicações da doença

Sine divulga 147 vagas de emprego em Teresópolis

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE