Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Clínica de Olhos no terreno do PAM da Barra pode sair em 2024

Deputado Crivella anunciou que os recursos estarão na conta da Prefeitura para a construção da obra já no primeiro semestre desse ano

Wanderley Peres

O deputado federal Marcelo Crivella passou a virada do ano em Teresópolis, se encontrando com o vereador presidente da Câmara, Leonardo Vasconcellos, quando confirmou uma boa notícia para Teresópolis, de que os recursos direcionados por ele para a construção de uma clínica de olhos, no terreno do antigo PAM da Barra, já estão reservados e estarão disponíveis à Prefeitura para que realize esta importante obra ainda no primeiro semestre de 2024. Aproveitando a oportunidade, Crivella reiterou seu compromisso em lutar, junto a frente de aliados que formou em Brasília por empenho do vereador presidente da Câmara Leonardo, para que o sonho de um hospital municipal em Teresópolis se torne realidade.

Crivella reiterou seu compromisso em lutar, junto a frente de aliados que formou em Brasília por empenho do vereador presidente da Câmara Leonardo

A providência do terreno junto à Prefeitura, foi tomada pela Câmara em maio desse ano, em conversas com a secretária municipal de Saúde, Dra. Clarissa Guita, e com o prefeito Vinicius Claussen, sobre a intenção de se construir uma clínica de olhos onde funcionava o PAM da Barra, pedindo o vereador Leonardo, inclusive, um levantamento da situação do imóvel, na Rua Alexandre Fleming, Barra do Imbuí, porque já havia a previsão do recurso federal, de emenda impositiva de autoria do deputado federal Marcelo Crivela, para a construção de tal centro de tratamento oftalmológico em Teresópolis para atendimento inclusive de pacientes de outras cidades da Região Serrana”. Ainda de acordo com o presidente da Câmara já está tudo licitado para a construção. “Já tem planta para ser adaptada de acordo com o espaço, mas já existe um modelo, eles vêm aqui e fazem. O prefeito recebeu muito bem o projeto. Quem sabe a gente consegue ano que vem inaugurar uma obra do governo federal em Teresópolis esse ano? Porque há muitos anos que o governo federal não pendura uma lâmpada em Teresópolis, a verdade é essa”, revelou o vereador Leonardo Vasconcellos.

Antigo Pam da Barra antes de ser fechado – Arquivo

OUTRA PROMESSA

Em junho de 2010, o imóvel do antigo PAM da Barra foi demolido com a intenção de construir uma nova Unidade de Saúde que funcionaria no mesmo endereço até o final daquele ano. A expectativa do governo Jorge Mário era de reativar àquele que já havia sido o maior posto de atendimento médico da cidade, com 800m², ampliando assim a cobertura na atenção básica do município. Não houve a tão aguardada construção e veio o abandono do terreno que hoje está completamente tomado pelo mato. Quando o governo decidiu pela demolição do PAM da Barra, quatro vereadores médicos exerciam mandato, a maioria externou insatisfação com o sucateamento da unidade de saúde, porém nenhum deles conseguiu mobilizou esforços para impedir tal demolição. Na ocasião houve a criação de uma Comissão Parlamentar Especial, para os vereadores avaliarem os efeitos do fechamento do posto e tratar diretamente com o secretário de saúde para reverter a intenção do governo de acabar com o PAM, porém a unidade de saúde acabou sendo demolida.

Durante o período que sofreu com o abandono do governo municipal, o prédio do PAM da Barra foi visitado pelo jornalismo do Diário que revelou o estado precário do patrimônio público. Prédio foi referência no atendimento nessa região por um longo período – Arquivo Diário

Posse, demolição e abandono

Em 2009 a prefeitura conseguiu a posse definitiva do Posto de Atendimento Médico Jolden de Souza Campos, o PAM da Barra. Na ocasião a unidade de saúde estava fechada há cerca de sete anos e pertencia ao Ministério da Saúde, sendo cedido ao município, que, após doação, passou a ser responsável pelo imóvel e poderia com isso, receber verbas para administrá-lo. As obras de demolição do antigo PAM foram iniciadas no mês de junho de 2010, e a construção de uma nova Unidade de Saúde que funcionaria no local deveria ser concluída no final daquele ano.

Edição 23/02/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Chuvas no estado do Rio provocam ao menos sete mortes

Justiça Federal determina retorno de Adélio Bispo a Minas Gerais

Ônibus: novas tarifas intermunicipais entram em vigor neste sábado

Sexta e sábado com feira de adoção de cães na Várzea

Asfalto ficou na promessa e Vale dos Cedrinhos segue quase intransitável

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE