Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Davi Serafim deixa secretaria de Obras e Serviços Públicos

Servidor concursado da Prefeitura presta contas do que fez enquanto secretário

Wanderley Peres

Exonerado a pedido, para fim de desincompatibilização, o servidor Davi Serafim, de 48 anos, deixou o primeiro escalão do governo municipal na última semana, com o ato publicado dia 5 de abril, em Diário Oficial. Filiado a partido político, pode ser candidato, a vice-prefeito, na chapa de sucessão do governo municipal, ou a uma cadeira de vereador, na Câmara de Vereadores, ainda não decidiu. Também deixaram as secretarias Gustavo Simas, de Trabalho e Renda, substituído por Hudson Fernandes; Margareth Rosi, de Direitos da Mulher, substituída por Iracema Toledo; e Jayme Medeiros, de Agricultura, substituído por Marco Aurélio Freitas da Cunha. No lugar de Davi Serafim, assumiu seu subsecretário Luiz Eduardo Fernandes Braga.

Filho de lavradores, Jorgina e Gentil Serafim, e pai de Tais Letícia, Lucas e Laura, Serafim foi jardineiro e motorista de ônibus. Trabalhou como caseiro na Cascata dos Amores e teve moradia na Coreia e na Fonte Santa. Concursado na Prefeitura em 2000, onde já trabalhava cedido pela Polícia Civil, servidor da perícia criminal e do cartório, foi motorista de ambulância e caminhão de lixo antes de assumir a secretaria municipal de Obras e Serviços Públicos, se destacando na lida com os problemas da cidade. “Das 14.496 solicitações abertas na Ouvidoria Municipal, constavam em aberto apenas 773 quando deixei a secretaria na última semana”, disse o servidor, ao relatar o que fez durante o tempo em que ocupou a pasta. “Mesmo com as dificuldades, procuramos atender as queixas, agilizando os serviços reclamados. Com 16.005 pontos, o parque de iluminação do município tinha cerca de 6 mil lâmpadas apagadas em 2018 e aumentamos o número de pontos para 18.215, todos com lâmpadas, de led, substituindo luminárias existentes, instalando novos braços e estendendo a rede. Instalamos balança digital na usina do Aterro, revitalizamos o Horto Municipal, informatizamos as administrações dos cemitérios e construímos mais de mil gavetas no cemitério Carlinda Berlim, onde o ossário já está licitado e o setor de incineração com a obra em andamento”, lembrou aos colegas de trabalho ao deixar o cargo.

Desde 2018 subsecretário de Transportes, havia legalizado toda a frota da Prefeitura para a placa Mercosul e recuperado mais de 100 veículos tidos como inservíveis, quando assumiu, a secretaria de Serviços Públicos, em 5 de março de 2020, agregando-se a ela as responsabilidades da secretaria de Obras, em maio de 2023, justamente pela sua capacidade de gestão.

Além de tocar as obras da Casa do Montanhista e concluir as reformas das quadras da Beira Linha, Pimenteiras, Prefeitura e Vieira, função do setor de Obras, e construir muros no Meudon, Quinta Lebrão, Tartaruga e Dorvalino, ponte na rua Jorge Lóssio, rede de galeria na rua Tietê, ponte na rua Jorge Lóssio e diversas pontes na estrada de Santa Rita, Serafim promoveu várias operações tapa-buracos em diversos bairros, que receberam, ainda, pavimentação, recomposição de paralelos, manilhamento, instalação de ralos, varrição, capina, limpeza de vias, manutenção dos próprios, inclusive escolas e praças. Além de podas de árvores, foram revitalizadas as praças Dom Quixote, Granja Guarani, Pimenteiras, Nilo Peçanha, Três Córregos, Soberbo, Albuquerque e Vieira. A secretaria também instalou aparelhos de ginástica no Soberbo, Três Córregos, Morro do Tiro e Motas e nas praças Nilo Peçanha, Governador Portella, Sakurá; construiu abrigos de ônibus em Albuquerque, Montanhas, Santa Rita, Arreiro, Santa Cecília, Soberbo, e recuperou abrigos da Feirinha, Delegacia, Vale Paraíso, Meudon, revisando ainda todos os pontos das avenidas Lúcio Meira, Feliciano Sodré, Alberto Torres e Oliveira Botelho.

Ainda segundo relatou Davi Serafim, a secretaria de Obras e Serviços Públicos também se aparelhou para um melhor atendimento durante o seu tempo no governo, com as aquisições de um trator de esteira e uma retroescavadeira, em 2109, ao custo de R$ 1 milhão e 70 mil; motoniveladora e rolo combinado, por R$ 1 milhão e 25 mil e uma mini carregadeira, por R$ 338 mil, patrimônio que soma R$ 2 milhões e 434 mil. “Além dos equipamentos alugados, esses veículos próprios são muito importantes para a agilidade da secretaria, que tem a função de zelar pela cidade e acaba sendo a mais reclamada quando a cidade sofre com as chuvas, seja nos reparos de vias públicas e galerias, como a desobstrução dos bairros, por isso me agradou tanto trabalhar neste serviço”, disse.

Edição 21/05/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Seleção Sub-20 em Teresópolis no próximo dia 03

Selo “Amigo Pet” para bares e restaurantes é criado

Zerada a tarifa de importação para garantir abastecimento de arroz

PM apreende 11 motos em situação irregular no trânsito

Mesmo quem já pagou o IPVA deste ano terá de quitar as duas taxas do CRLV-e

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE