Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Dia Nacional da Alfabetização: 14 de novembro

Instituto Yduqs e Estácio fazem parte do combate ao analfabetismo e vão abrir novas turmas

Hoje, 14 de novembro, é celebrado o Dia Nacional da Alfabetização, data estabelecida no Brasil em 1960. Ela é uma homenagem ao dia da criação do Ministério da Educação. Segundo os dados da PNAD Contínua (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua), do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), atualmente, 5,6% da população brasileira é analfabeta e, por conta disso, é preciso reforçar a importância de saber ler e escrever para os indivíduos de nossa sociedade.

Há 5 anos, o Instituto Yduqs – responsável por ações sociais em diversas unidades de ensino superior – realiza o Programa de Alfabetização e Letramento de Jovens e Adultos. A iniciativa já formou mais de mil alunos, da faixa etária entre 30 e 70 anos. O projeto conta com dezenas de coordenadores, professores e 80 alunos dos cursos de licenciaturas da Estácio e tem a atriz Malu Mader como embaixadora. Em breve, serão abertas as inscrições para a 7ª edição do programa. As aulas serão realizadas nas Regiões Sudeste (Rio de Janeiro e São Paulo); Nordeste (Natal e Salvador); Norte (Manaus) e no Centro-Oeste (Distrito Federal/Brasília). Mais informações podem ser obtidas por meio do link: https://institutoyduqs.com.br/alfabetizacao .

“Nossa iniciativa está alinhada aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) de número 4, da Organização das Nações Unidas (ONU), cujo objetivo busca ajudar o indivíduo a exercer a sua cidadania. O Programa de Alfabetização e Letramento de Jovens e Adultos promovido pelo Instituto Yduqs, em parceria com a Estácio, tem como missão combater o analfabetismo e erradicá-lo nas comunidades do entorno das instituições de ensino do grupo”, comenta Cláudia Romano, presidente do Instituto Yduqs.

Em Teresópolis, o programa é um verdadeiro sucesso, com turmas sempre cheias e transformando vidas, como é o caso de Eunice Correa, de 73 anos.

“Nunca tinha estudado em uma escola. Está sendo muito importante para mim este projeto, cheguei na alfabetização com muitos sonhos e hoje já estou no letramento lendo e escrevendo sozinha e sei que ainda vou conquistar muito mais. Sou grata a Deus e a Estácio que me deu esta oportunidade”, comemora.

Quem também está satisfeita em estar aprendendo a ler e escrever é Ângela Maria, mais uma aluna do projeto de Alfabetização.

“Eu estou muito feliz porque estou aprendendo muito. O projeto me deu esse privilégio de seguir em frente com meus estudos, pretendo chegar até o fim. Que Deus possa abençoar a vida de cada professor(a)”.

“A alfabetização é uma jornada transformadora que transcende o tempo e desafia todas as barreiras. É a chave para desvendar mundos novos e para expressar pensamentos que antes estavam aprisionados. A alfabetização de adultos não é apenas a aquisição de habilidades fundamentais, mas é também a conquista do poder de contar suas próprias histórias e moldar seu próprio destino. Como educadora, o meu coração se enche de alegria ao ver os olhinhos brilhando a cada novo aprendizado, e também de esperança ao vê-los se transformando, ganhando autonomia, conquistando o mundo”, acrescenta Roberta Rollemberg, coordenadora do Programa de alfabetização e letramento da Yduqs em Teresópolis.

A monitora do projeto na unidade, Fernanda Zimbrão Marques diz que, para ela, enquanto estudante de Pedagogia, a iniciativa também garante ganhos muito positivos.

“É a oportunidade de colocar em prática tudo que aprendemos em sala. Compartilhar conhecimento vai muito além de um conteúdo transmitido em aula, é aprender a enxergar o mundo pelos olhos dos nossos alunos, compreender suas dificuldades, ouvir suas histórias, cada aluno tem sua própria trajetória, que é fruto de muito esforço e dedicação. Cada aluno que chega até o projeto vem como uma folha em branco e ajudá-los a escrever sua história é com certeza fazer parte de algo grandioso que muda também a nossa história de vida. Comemorar essa data, o Dia da Alfabetização, é um momento de lutar por políticas públicas que combatam o analfabetismo e valorizem o profissional de educação”.

Serviço:
Inscrições e informações por meio do site: https://institutoyduqs.com.br/alfabetizacao
*As aulas acontecerão a partir do primeiro semestre de 2024
Estácio Teresópolis
Endereço: Rua Nilza Chiapeta Fadigas, nº 488 – Várzea.

Tags

Compartilhe:

Edição 13/06/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Parque Municipal com grande programação no fim de semana

Vinícius Claussen supera Jorge Mario em conquista de prêmios do Sebrae

Cláudio Castro destaca compromisso do Rio com a transição energética

Parc Magique com promoção nesta quinta-feira (13)

PADROEIRO DO MUNICÍPIO: Teresópolis celebra a Trezena de Santo Antônio

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE