Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Em uma semana, 963 casos de Covid-19 em Teresópolis

“Tendência é de aumento dos indicadores precoces, mas com pedidos de leitos em patamares baixos”, informa a SES

Dados do Painel Covid-19, abastecido com informações da Secretaria Municipal de Saúde, mostram a nova escalada da doença em Teresópolis. No período de uma semana, da segunda-feira da semana passada, 06 de junho, até a última, 13, foram registrados 963 novos casos da Covid- 19 no município. O dia com maior número de confirmações foi a quinta-feira, 09, quando 179 moradores locais testaram positivamente para a doença. No período, o menor número foi anotado no domingo, quando 63 ocorrências foram anotados por funcionários da SMS. A prefeitura não informa, no painel ou de qualquer outra maneira, se há teresopolitanos internados em consequência do coronavírus. O que sabe é que, no momento, não há leitos disponíveis para tal situação e que Teresópolis, assim como todos os outros municípios do Rio de Janeiro, precisa aguarda a distribuição de vagas em hospitais através do sistema de regulação do governo estadual. Em relação a vacinação, o caminho para que tal doença afete a população apenas de maneira leve, os números pouco tem mudado em Teresópolis nos últimos meses. Continua na casa dos 81% os vacinados com uma dose, enquanto apenas 69% recebeu as duas doses previstas. Em relação ao reforço, não passamos ainda da casa dos 30% de imunizações.
A 4ª edição do Panorama Covid-19, divulgada no fim de semana pela Secretaria de Estado de Saúde (SES), mostra um cenário com tendência de crescimento dos indicadores precoces da Covid-19, mas com solicitações de leitos ainda em patamares baixos. A análise considera os dados registrados na semana de 29 de maio a 5 de junho. “Estamos observando um aumento nos indicadores da Covid-19 no estado. Por isso, convocamos a população para que retorne aos postos para completar o esquema vacinal. Quem ainda não tomou a primeira dose ou as doses de reforço deve fazer isso o quanto antes. As vacinas são seguras e a forma mais eficaz que temos para evitar casos graves e óbitos pela Covid-19”, alerta o secretário de Estado de Saúde, Alexandre Chieppe.
Os atendimentos a casos de síndrome gripal nas Unidades de Pronto Atendimento do estado (UPAs) aumentaram 14% em relação à semana anterior. Na semana de 22 a 28 de maio, a média diária de atendimentos foi de 428, sendo 263 pediátricos. Já entre os dias 29 de maio a 5 de junho, a média foi de 489 atendimentos, sendo 256 de pediatria. A taxa de positividade de antígeno continua em tendência de crescimento. Na última semana, foram realizados em média 10 mil testes por dia, sendo a positividade de 28%. Em relação ao RT-PCR, estão sendo analisados em média mil exames por dia, com positividade de 23%.
Partindo de um patamar muito baixo, de duas a três solicitações de leitos por dia, esse indicador apresentou um aumento relativo, mas em números absolutos ainda baixo. A média diária de solicitações de leito para Covid-19 na semana de 29 de maio a 5 de junho foi de 13 para UTI e 12 de enfermaria. No mesmo período, a média diária de pessoas aguardando leito Covid-19 foi de 17 para UTI e 14 para enfermaria. “A SES acionou o plano de contingência da Covid-19 e já reverteu 30 leitos de enfermaria e 10 de UTI no Hospital Estadual Dr. Ricardo Cruz (HERCruz). A ação pode ser estendida a outras unidades, de acordo com a demanda. O plano prevê a ativação de níveis a partir de determinados cenários epidemiológicos. Com base nesse plano, em cada nível de ativação, são definidas as medidas de enfrentamento a serem tomadas”, informa também o governo estadual .

Orientações da SES
No dia 03 de junho a Subsecretaria de Vigilância e Atenção Primária à Saúde enviou nota técnica aos 92 municípios com orientações sobre testagem para Covid-19 no estado. O texto alerta para que as unidades básicas e de pronto atendimento mantenham a oferta de teste rápido de antígeno para todos os casos de síndrome gripal. Cerca de 450 mil testes de antígeno estão sendo distribuídos aos municípios que solicitarem. A medida tem como objetivo tornar o diagnóstico acessível a todos que procurarem os serviços de saúde pública e manter o monitoramento do cenário epidemiológico da Covid-19 no estado. Além disso, a realização do exame permite que, nos casos confirmados, as medidas de contenção sejam adotadas, evitando a transmissão da doença.

Testagem o Pedrão
O centro de testagem para a Covid-19 voltou a funcionar em uma estrutura montada no Ginásio Poliesportivo Pedro Jahara, o Pedrão, na Rua Tenente Luiz Meirelles, 211, na Várzea. No local, a população está sendo atendida todos os dias da semana, inclusive em feriados, das 8h às 20h. A medida da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), ocorre após o registro de aumento de casos de Covid-19 no município, nas últimas semanas. “A decisão em voltar com a testagem no Pedrão é dar maior conforto e facilidade de acesso às pessoas que busquem pelo atendimento. Apesar dos casos positivos terem aumentado, todos são sintomas gripais leves ou sem gravidade até o momento”, explica a Secretária de Saúde, Dra. Clarissa Rippel. A testagem será realizada em pacientes após 48h de sintomas. A partir deste momento, a SMS informa que não haverá mais este tipo de atendimento na Unidade de Pronto Atendimento (UPA24h).

REGISTROS EM UMA SEMANA
Segunda, dia 06 – 159 casos
Terça, dia 07 – 127 casos
Quarta, dia 08 – 120 casos
Quinta, dia 09 – 179 casos
Sexta, dia 10 – 145 casos
Sábado, dia 11 – 77 casos
Domingo, dia 12 – 63 casos
Segunda, dia 13 – 93 casos

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email
Edição 18/08/2022
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Notícias falsas nas eleições de 2020 preocupam especialistas

Policial de férias prende acusado de tráfico na entrada da cidade

Policial civil denunciado por lavagem de dinheiro é preso no Rio

Magalu vai abrir loja em Teresópolis e inicia processo de contratação

Petrópolis x Teresópolis, a travessia mais bonita do Brasil