Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Estado começa a pagar salários em atraso

A Secretaria de Estado de Fazenda e Planejamento do Rio de Janeiro começou a quitar nesta segunda-feira (14) o pagamento pendente dos salários de maio e junho de todos os servidores ativos, inativos e pensionistas do governo estadual que ainda não receberam integralmente. Ontem foram pagos também os 50% restantes dos salários de julho da área de Segurança. A primeira parcela do grupo foi depositada na sexta-feira (11), quando foram quitados também os pagamentos de julho para servidores ativos da Educação e do Departamento Geral de Ações Socioeducativas (Degase). Os depósitos dos vencimentos referentes a julho, de todo o funcionalismo e de pensionistas serão feitos nesta terça-feira (15).

A Secretaria de Estado de Fazenda e Planejamento do Rio de Janeiro começou a quitar nesta segunda-feira (14) o pagamento pendente dos salários de maio e junho de todos os servidores ativos, inativos e pensionistas do governo estadual que ainda não receberam integralmente.  Ontem foram pagos também os 50% restantes dos salários de julho da área de Segurança. A primeira parcela do grupo foi depositada na sexta-feira (11), quando foram quitados também os pagamentos de julho para servidores ativos da Educação e do Departamento Geral de Ações Socioeducativas (Degase). Os depósitos dos vencimentos referentes a julho, de todo o funcionalismo e de pensionistas serão feitos nesta terça-feira (15).
A secretaria destacou que a previsão anterior era fazer os pagamentos na próxima sexta-feira, mas conseguiu antecipar. O contrato assinado na sexta-feira passada com o Bradesco, que venceu a licitação da gestão da folha de pagamento do funcionalismo, previa que a instituição teria cinco dias úteis para depositar R$ 1,3 bilhão correspondente ao valor da venda. O dinheiro foi creditado antes do prazo.
O governador do Rio, Luiz Fernando Pezão disse que o pagamento dos servidores, em atraso desde 2016, são prioridade neste momento para o governo do estado. “A regularização dos salários dos servidores e pensionistas é urgente, prioridade máxima, e conseguimos encurtar o prazo de depósito.”
De acordo com a secretaria, o valor total a ser depositado pelo Estado será de R$ 1,84 bilhão, sendo que os valores pendentes de maio e junho somam R$ 836,7 milhões. Os de julho atingem R$ 620 milhões, sendo que R$ 383,18 milhões correspondem aos 50% restantes do pagamento de julho dos ativos, inativos e aposentados da Segurança, incluindo as polícias Militar e Civil, Corpo de Bombeiros, Administração Penitenciária e órgãos vinculados.

Foto: Carlos Magno – O contrato com o banco Bradesco foi assinado no Palácio Guanabara, pelo governador Luiz Fernando Pezão e o gerente de Negócios da Plataforma Especializada de Poder Público da instituição financeira, Paulo da Cunha Dutra

Tags

Compartilhe:

Edição 13/07/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

BR-116: 14 radares fixos começam a funcionar no dia 22

Enel flagra 239 “gatos de luz” em Teresópolis

Trilha na Pedra da Tartaruga sofre com a ação de vândalos

Mesmo quem já pagou o IPVA deste ano terá de quitar as duas taxas do CRLV-e

Delmo Ferreira novo presidente da ATL

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE