Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Teresópolis recebe 1ª Conferência Regional de Vigilância em Saúde

Com o tema ?Vigilância em Saúde: Direito, Conquistas e Defesa de um SUS Público e de Qualidade?, a 1ª Conferência Regional de Vigilância em Saúde aconteceu em Teresópolis no último sábado, dia 12, com representantes locais e de mais 15 municípios. O secretário municipal de Saúde, Diego Souza, acompanhado do subsecretário municipal de Vigilância em Saúde, Antonio Henrique Vasconcelos, e equipe, deu boas-vindas aos conferencistas no salão nobre do Centro de Atividades Comunitárias da Paróquia de Santa Teresa, na Várzea.

Com o tema “Vigilância em Saúde: Direito, Conquistas e Defesa de um SUS Público e de Qualidade”, a 1ª Conferência Regional de Vigilância em Saúde aconteceu em Teresópolis no último sábado, dia 12, com representantes locais e de mais 15 municípios. O secretário municipal de Saúde, Diego Souza, acompanhado do subsecretário municipal de Vigilância em Saúde, Antonio Henrique Vasconcelos, e equipe, deu boas-vindas aos conferencistas no salão nobre do Centro de Atividades Comunitárias da Paróquia de Santa Teresa, na Várzea.
Com realização do Conselho Estadual de Saúde, em parceria com os Conselhos Municipais e secretarias de Saúde das 16 cidades participantes, o evento debateu a integração dos programas de vigilância epidemiológica, sanitária, ambiental e de saúde do trabalhador. A responsabilidade do poder público e o enfrentamento das desigualdades sociais em saúde também foram abordados. “Buscamos saúde de qualidade para nosso município e região”, pontuou Diego Souza, acrescentando que todos os municípios colaboraram para a realização da 1ª Conferência Regional de Vigilância em Saúde.

Temas e metas
A definição de políticas públicas de vigilância em saúde pelo SUS é a meta das conferências, que acontecem pela primeira vez em todo o país. Uma das propostas da Conferência Estadual de Vigilância em Saúde, marcada para acontecer nos dias 6 e 7 de outubro, é construir o Plano Diretor de Regionalização do Estado do Rio de Janeiro.
Política nacional de Vigilância em Saúde e o fortalecimento do SUS como direito à proteção e promoção da saúde do povo brasileiro; o lugar da Vigilância em Saúde no SUS; responsabilidade do Estado e dos governos com o setor; Vigilância em Saúde participativa e democrática para o enfrentamento das iniquidades sociais; saberes, práticas e processos de trabalhos e tecnologias das vigilâncias em saúde e fortalecimento do RH na Vigilância em Saúde foram os temas abordados nas palestras e debates.
Durante o evento, os participantes fizeram exames de sangue gratuitos para verificar glicemia, nível de hemoglobina e risco de infecções. Os testes foram realizados em aparelhos portáteis e sem o uso de seringas, com os resultados sendo liberados em poucos minutos. 
A Etapa Regional foi encerrada com aprovação de propostas e eleição dos delegados que vão representar a Região Serrana na Estadual. Participaram da 1ª Conferência Regional de Vigilância em Saúde representantes de Teresópolis, Bom Jardim, Cachoeiras de Macacu, Cantagalo, Carmo, Cordeiro, Duas Barras, Guapimirim, Macuco, Nova Friburgo, Petrópolis, Santa Maria Madalena, São Sebastião do Alto, São José do Vale do Rio Preto, Sumidouro e Trajano de Moraes.

 

FOTO: Jorge Maravilha – Representantes dos Conselhos de Saúde dos 16 municípios da Região Serrana

Tags

Compartilhe:

Edição 13/07/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Teresópolis caminha para ser um dos maiores produtores de vinho do Sudeste

Há 75 anos uma teresopolitana pisava no Dedo de Deus pela primeira vez

“Cantinho das Cerejeiras” faz sucesso em Teresópolis

Mesmo quem já pagou o IPVA deste ano terá de quitar as duas taxas do CRLV-e

Rio: Polícia prende 6 suspeitos de fraudar agências bancárias

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE