Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Estado promove treinamento do SAMU-RJ para atendimento a grandes desastres

Serviço conta com duas novas ambulâncias especiais para socorro a situações com várias vítimas

O SAMU-RJ realizou, nesta segunda-feira, uma simulação de operação de atendimento a vítimas de grandes desastres climáticos. O treinamento utilizou as duas novas ambulâncias de suporte para socorro a múltiplas vítimas, adquirida pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Saúde (SES-RJ). Elas fazem parte da preparação para episódios que envolvam grandes acidentes e catástrofes causadas pelas mudanças climáticas.

– Desde o início da nossa gestão, o Governo do Estado trabalha de maneira integrada e constante para prevenir desastres provocados pelas fortes chuvas. Investimos na limpeza de rios e canais. Demos amparo social às pessoas afetadas pelas tragédias e, este ano, fizemos obras de contenção das encostas. Também equipamos o SAMU e a Defesa Civil, inclusive com novas tecnologias para prevenção de desastres e pronta resposta – afirma o governador.

As ambulâncias já estão equipadas para atender a população a partir deste verão. Elas ficam em áreas de fácil acesso às principais vias expressas do Rio de Janeiro, na Zona Central e na Zona Oeste, com o objetivo de agilizar a chegada a pontos onde ocorrem os chamados. No treinamento, 30 profissionais tiveram aulas teóricas e práticas no total de 20 horas, na sede do SAMU, no Rio Comprido. A simulação seguiu o protocolo de atendimento de múltiplas vítimas, com classificação de risco para a triagem, além do uso completo dos equipamentos.

Imagem: Maurício Bazilio/SESRJ

Para o coordenador-geral do SAMU-RJ, Luciano Sarmento, essas ambulâncias são fundamentais para um suporte mais assertivo em ocorrências com extrema complexidade.

– Em grandes catástrofes, encontramos inúmeras situações adversas, com muitas vítimas que necessitam de rápido atendimento. Com essas ambulâncias, estamos oferecendo todo o suporte necessário para essas ocorrências, com o atendimento no local, além da classificação de risco e diversos suportes que facilitam a assistência e a remoção das vítimas para as unidades de saúde mais próximas”, destacou.

As ambulâncias são equipadas com insumos de atendimento médico para acesso venoso, cilindros portáteis de oxigênio, pranchas de transporte, colares cervicais, lonas para fazer triagem e tratamento das vítimas, cartões de triagem e identificação, lanternas, gerador com extensão e holofotes. Uma barraca para suporte no local de atendimento também faz parte do kit de equipamentos da unidade.

O planejamento começou a ser feito em setembro deste ano, prevendo o verão, estação em que se concentra o maior número de ocorrências de desastres naturais no estado.

Imagem: Maurício Bazilio/SESRJ

SAMU-RJ
A equipe do SAMU-RJ, serviço vinculado à Secretaria de Estado de Saúde (SES-RJ), está à disposição do cidadão para atendimento na residência, no local de trabalho e na via pública. Por meio do telefone 192, o serviço chega ao usuário onde ele precisar.

Ao discar o número 192, o cidadão estará ligando para uma central de regulação que conta com profissionais de saúde e médicos treinados para dar orientações de primeiros socorros por telefone. São estes profissionais que definem o tipo de atendimento, a ambulância e a equipe adequada a cada caso.

Compartilhe:

Edição 17/07/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Preso acusado de receptação de sinal de Tv a cabo em Saquarema

BR-116: 14 radares fixos começam a funcionar no dia 22

Teresópolis: Passagens de ônibus dos doentes crônicos continuam sem solução

Polícia Ambiental flagra mais um desmatamento em Albuquerque

Parque Nacional terá processo seletivo para agente ambiental

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE