Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Inea promove soltura de tucano-de-bico-verde na Região Serrana

Espécie voltou a ser vista com frequência na região da Serra de Araras nos últimos anos

No último dia 11 o Instituto Estadual do Ambiente (Inea), por meio da Reserva Biológica (Rebio) Estadual de Araras, promoveu a soltura de um tucano-de-bico-verde (Ramphastos dicolorus), espécie que voltou a ser vista na região nos últimos anos, na zona de amortecimento da unidade em Petrópolis. O animal havia sido resgatado pela equipe do instituto no dia 23 de fevereiro e desde então vinha sendo acompanhado por veterinários e especialistas, a fim de assegurar seu bem-estar. Após se acidentar no território de uma residência, moradores da região acionaram a reserva biológica para que a ave fosse devidamente socorrida. A família responsável pelo contato também esteve presente durante a soltura, junto à equipe técnica. “É importante não só que a população tenha consciência ambiental, como também entenda o papel das unidades de conservação do entorno para que haja esse trabalho coletivo em prol dos nossos patrimônios ambientais”, afirmou o presidente do Inea, Philipe Campello.

O tucano-de-bico-verde não era visto há algum tempo na Serra de Araras e nos últimos anos voltou a ser frequentemente avistado pela população e pelos profissionais da reserva biológica

O tucano-de-bico-verde não era visto há algum tempo na Serra de Araras e nos últimos anos voltou a ser frequentemente avistado pela população e pelos profissionais da reserva biológica. “Acredita-se que o aumento das atividades de conservação do ambiente tem propiciado esse retorno, pois hoje o animal se sente seguro para habitar essa área com alimento disponível e água limpa”, explicou o gestor da unidade de conservação, Cleber Ferreira. Encontrado desidratado e altamente debilitado, o animal passou por uma série de exames e ficou sob observação na ONG AnimaVida. Após atestarem seu bem-estar, a ave foi encaminhada ao viveiro da reserva biológica, para se acostumar novamente com o ambiente natural e, por fim, foi solta na zona de amortecimento.
O tucano-de-bico-verde é encontrado em toda a região Sul e Sudeste do Brasil, bem como no sul de Goiás. O animal, que chama atenção pela diversidade de cores, vive em áreas florestadas e se alimenta de frutos de palmitos, embaúba, pitanga, artrópodes e pequenos vertebrados. Ao encontrar animais feridos ou em ambientes públicos, não se aproxime e acione a equipe da unidade de conservação mais próxima.

Equipe do INEA lotada na Reserva Biológica (Rebio) Estadual de Araras promoveu a soltura de um tucano-de-bico-verde (Ramphastos dicolorus), espécie que voltou a ser vista na região nos últimos anos, na zona de amortecimento da unidade em Petrópolis

Sobre a unidade de conservação
A Reserva Biológica Estadual Araras foi criada em 1977, e abriga e protege diversas espécies raras, vulneráveis, endêmicas e ameaçadas de extinção da fauna e da flora, em seus 3.862 hectares de Mata Atlântica nos municípios de Petrópolis e Miguel Pereira. Lá são protegidas cerca de 110 nascentes e 100 km de extensão de cursos hídricos. A reserva somente recebe visitas de cunho educacional ou para a realização de pesquisas cientiíficas, mediante autorização prévia.

Edição 17/04/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Veja como ficam as repartições e atrativos turísticos de Teresópolis no feriado

Barra: 60 dias de trânsito lento na Rua Dr. Oliveira

Teresópolis recebeu etapa do Circuito Carioca Master de Vôlei de Praia

Quatro fontes com água imprópria para consumo em Teresópolis

Moradores da Rui Barbosa denunciam calçada em situação irregular

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE