Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Interior sem Correios porque Prefeitura não renovou convênio

Em Ação Popular, vereador reclama a volta da entrega e a regularidade dos serviços

Wanderley Peres

Responsável pela prestação dos serviços postais em território nacional, incluindo a entrega de correspondências e encomendas, a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos suspendeu, recentemente, os serviços de entrega de correspondências e encomendas nos bairros de Bonsucesso, Vieira, Venda Nova e Água Quente, paralisação de serviço essencial que tem causado prejuízos significativos aos moradores, incluindo o atraso na entrega de correspondências importantes, dificuldade de acesso a serviços essenciais e descumprimento das obrigações contratuais assumidas pela ECT perante a população.

“Os Correios é responsável pela prestação de serviços públicos essenciais à população, fundamental para a comunicação e o funcionamento adequado da sociedade. No entanto, nos últimos meses, foram observadas sérias deficiências na prestação do serviço de correios em duas localidades do interior do município de Teresópolis, como Bonsucesso, Vieira, Venda Nova e Água Quente. Tais deficiências decorrem da suspensão dos serviços de retirada de encomendas nessas localidades, ocasionando transtornos significativos à população, como dificuldades no recebimento de correspondências, encomendas, afetando diretamente a vida dos moradores”, reclamou o vereador Fidel Faria, que descobriu ter ocorrido a paralisação porque não teria sido renovado convênio entre os Correios e o Município de Teresópolis, “porque faltou a apresentação, por parte da Prefeitura, dos documentos necessários para a formalização do contrato”, como disse ao propor a Ação.

No pedido, feito à Vara Federal de Teresópolis, Fidel Faria pediu concessão de liminar determinando que a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos – ECT e o Município de Teresópolis restabeleçam imediatamente os serviços nos bairros de Bonsucesso, Vieira, Venda Nova e Água Quente, e que apresentem os documentos necessários para a renovação do regular convênio, garantindo o pleno acesso da população aos serviços postais.

O DIÁRIO não conseguiu ouvir a Prefeitura sobre a interrupção do serviço, nem teve a informação oficial de que a paralisação teria ocorrido pela não renovação do contrato, como informou o vereador à Justiça.

Edição 18/05/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Sepultado o servidor público André Luiz

Restaurante Donna Tê realiza mais uma edição do “Jantar Imperial”

Portais de Hércules, o lugar mais bonito da Serra dos Órgãos

SPVAT: entenda o que muda com o novo seguro de trânsito

PM apreende motos que eram de leilão em Bonsucesso

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE