Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Maior festival multicultural do país abre inscrições na próxima semana

PoÊterÊ faz homenagem especial ao Diretor e Professor de teatro Amir Haddad e escolhe a ?Poesia e a Rua? como tema da edição 2019

Anderson Duarte

O Festival PoÊterÊ já é o maior evento multicultural do país e este ano faz uma homenagem especial a um dos ícones da cultura teatral em nosso país, o Diretor e Professor Amir Haddad, que também inspira o tema do evento: A Poesia e a Rua. A maratona artística de mais de doze horas ininterruptas já está com suas atrações fechadas e também contará com uma homenagem a poeta, escritora, filósofa, psicóloga e psiquiatra, Viviane Mosé. Nesta segunda-feira, 23, começam as inscrições para o aguardado concurso de poesias do festival, que terá como novidade o processo totalmente on-line para essa inscrição, além de ser gratuito e aberto a toda e qualquer pessoa interessada em mostrar sua arte. Em novembro, mais especificamente dia 30, a cidade de Teresópolis vai respirar novamente essas doze horas ininterruptas de arte, cultura e poesia.
Em entrevista ao Jornal Diário na TV desta sexta-feira, 20, Michelle Bronstein, diretora geral do Festival e Jorge Bragança, Diretor da FESO Pro Arte, explicaram como serão organizadas as muitas novidades do evento deste ano. “O Centro Cultural FESO Pro Arte recebe com muito prazer o PoÊterÊ, essa maratona artística que contempla dois palcos, um concurso literário, espaço gastronômico e exposições de artesanato. O evento tem entrada gratuita, começa sempre as dez da manhã e ainda com a possibilidade de ter aquele chorinho no final do evento, mesmo ele marcado para as dez da noite. Enfim, é o momento para reunir artistas locais e convidados de todo o país nas mais diversas formas de expressão, além da valiosa participação dos nossos artistas e estudantes do UNIFESO, claro. De algumas edições para cá, ainda incluímos as escolas públicas municipais e estaduais e o CESO nestas apresentações diversas. Esse ano o tema será: “A Poesia e a Rua”, também como uma referência ao ícone do teatro nacional Amir Haddad. Acredito que será um belíssimo festival”, enaltece e explica Michelle.
O evento contará novamente com dois palcos, um concurso literário, espaço gastronômico, exposições e venda de livros e de artesanato, reunindo ainda em sua essência, sete artes no total: escultura (volume), teatro (a arte da representação), literatura (palavra), cinema (integra elementos das artes anteriores), música (som), dança/coreografia (movimento) e pintura (cor). Já foram homenageados no evento diversos artistas como Ferreira Gullar, João Ubaldo Ribeiro, Luís Fernando Veríssimo, Zuenir Ventura, Ricardo Cravo Albin, Nélida Pinõn, Affonso Romano de Sant’Anna, Marina Colassanti, Ivan Lins, Sílvio Tendler, Domício Proença Filho, Henrique Morelembaun. 
Amir Haddad, homenageado do ano, é diretor e professor de teatro, premiado diversas vezes. Dirigiu grupos alternativos na década de 1970 pesquisando e buscando a disposição não convencional da cena, desconstrução da dramaturgia, utilização aberta dos espaços cênicos e interação entre atores e espectadores. Essa linha de trabalho teatral é a base de sua ação como diretor e fundador do grupo Tá na Rua, criado em 1980, que coordena até hoje. Integrou o Teatro Oficina, em São Paulo, deu aulas na Escola de Teatro de Belém e se transferiu para o Rio de Janeiro em 1965. Na cidade do Rio, continuou a lecionar e a encenar. Com seu trabalho quer recuperar o sentido de festa do Teatro e a dramaticidade das festas populares, ressaltando os aspectos de pesquisa e de educação com que busca transformar o teatro num espaço para questionamento do ator como indivíduo, do seu lugar no mundo e da dramaturgia.

 

Tags

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email
Edição 18/08/2022
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Notícias falsas nas eleições de 2020 preocupam especialistas

Policial de férias prende acusado de tráfico na entrada da cidade

Policial civil denunciado por lavagem de dinheiro é preso no Rio

Magalu vai abrir loja em Teresópolis e inicia processo de contratação

Petrópolis x Teresópolis, a travessia mais bonita do Brasil