Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Mais um motoqueiro de Teresópolis termina na DP por fazer manobra perigosa

Flagrado empinando Honda CG sem placa, jovem caiu ao tentar escapar da polícia

Em fevereiro passado foi notícia o caso de um jovem teresopolitano que utilizava as redes sociais para exibir manobras perigosas e ilegais em duas rodas. Em suas motocicletas, ele empinava e fazia outras manobras proibidas em vias públicas – inclusive rodovias. Com a repercussão negativa de um desses vídeos, que mostra que ele quase causando um grave acidente envolvendo uma carreta na BR-116, foi detido pela Polícia Civil, em parceria com a PRF e PM, e indiciado por 184 crimes, além de ter as duas motos apreendidas. Dias depois, se mostrando arrependido, divulgou novo vídeo pedindo que outros não cometessem o mesmo erro que ele. “Rua não é lugar para isso”, destacou. Porém, muita gente continua colocando a vida de terceiros em risco ao realizar tais “gracinhas” nas ruas e até calçadas, como um morador da Fonte Santa flagrado pela Polícia Militar empinando uma Honda CG de cor preta, sem placa, no bairro do Bom Retiro, na madrugada desta quarta-feira.
Ao perceber a aproximação da viatura do Setor Bravo, do 30º BPM, ele tentou escapar acelerando por cima da calçada. Mas a fuga logo terminou: ele perdeu o controle e caiu. Em seguida, ofereceu resistência e tentou se desvencilhar mais algumas vezes. O motivo, porém, não era somente o flagrante de desrespeito ao Código de Trânsito Brasileiro. Segundo a polícia, o morador da Rua Álvaro Paná já estava sendo investigado pelo crime de tráfico de drogas e, durante a ocorrência, recebeu mensagem pedindo que fizesse a entrega de uma carga de maconha. Ele seria o “aviãozinho” da Fonte Santa e acabou na 110ª Delegacia de Polícia. A moto ficou apreendida na DP para ser periciada, sendo investigada a sua procedência.

Crimes
De acordo com o artigo 308 do Código de Trânsito Brasileiro, exibir perícia em manobra em via pública pode render de seis meses a três anos de prisão, além de multa e suspensão ou proibição de obter a permissão ou habilitação para conduzir veículo automotor. Nesse caso, ainda cabe o artigo 132 do Código Penal brasileiro, que trata de colocar em risco a vida de terceiro, com pena de detenção de três meses a um ano.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email
Edição 02/07/2022
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Notícias falsas nas eleições de 2020 preocupam especialistas

Policial de férias prende acusado de tráfico na entrada da cidade

Magalu vai abrir loja em Teresópolis e inicia processo de contratação

Veículo abandonado em via pública é incendiado

Câmara aprova representação contra o prefeito de Teresópolis