Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Morador de Teresópolis, escritor conceituado publica mais um livro de sucesso

Depois do “Negritude, Poderes e Heroísmos” indicado ao HQMIX, Elbert Agostinho lança “Branquitude, Representações e Privilégios”

Isla Gomes

O professor, autor e ensaísta Elbert Agostinho começou a navegar pelo mundo da literatura ainda na infância, por conta dos quadrinhos infantis. Depois de adulto Elbert se tornou um profissional de ensino e percebeu aplicar disciplinas complexas através dos quadrinhos fazia o conteúdo ser compreendido com mais rapidez e eficiência pelos seus alunos. A partir disso o escritor teve a ideia de se juntar com professores de todo o Brasil para construir um núcleo de pesquisa que usam os quadrinhos na esfera acadêmica. Elbert já tem em sua coleção muitos livros de sucesso, o que mais se destaca é o “Negritude, Poderes e Heroísmos”, que foi o primeiro livro brasileiro a discutir sobre personagens negros da cultura pop em todos os capítulos. O exemplar chegou a ser selecionado pela USP (Universidade de São Paulo) como um dos melhores livros teóricos de 2021, foi indicado ao HQMIX como melhor livro teórico de 2021, e até os dias de hoje continua sendo usado como referência para estudos de mídia e identidade negra.
PHD em Ciências, Tecnologia e Educação, o sábio escritor nos conta o início de sua emocionante jornada. “Tudo teve início quando comecei a refletir sobre a inserção de histórias em quadrinhos na sala de aula, e como potencializar o arsenal discursivo que existia naquelas revistas. Depois de aplicar o ensino de certas disciplinas através dos quadrinhos, eu vi que meus alunos gostaram e aprenderam mais rapidamente o conteúdo. A partir disso a gente começou a construir um núcleo de pesquisa chamado ‘Observatório Carioca de Histórias em Quadrinhos’. Hoje fazem parte desse núcleo professores de todo o Brasil, que trabalham com quadrinhos nas salas de aula e na esfera acadêmica, visando discutir temas reais através da ficção”, conta Elbert.

“Tudo teve início quando comecei a refletir sobre a inserção de histórias em quadrinhos na sala de aula, e como potencializar o arsenal discursivo que existia naquelas revistas”, relata o herói-escritor, Elbert Agostinho. Foto: Isla Gomes/Diário

Foco
O herói-professor salienta ainda o objetivo principal do seu trabalho literário junto ao Observatório Carioca de HQs. “Hoje o nosso observatório foca muito na questão identitaria, no objetivo de discutir de que forma a identidade se manifesta nas histórias em quadrinhos. No momento estamos trabalhando muito com mangás (histórias em quadrinhos japonesas) também, pois, percebemos que os adolescentes gostam muito desse gênero literário. Um dos objetivos principais ao trabalhar no universo da identidade é desenvolver assuntos sobre negritude e branquitude, como no livro “Negritude, Poderes e Herísmos”, que é um best seller do observatório e foi indicado ao HQMIX como melhor livro teórico de 2021. Nesse livro a gente trabalhou pensando em super-heróis negros (Pantera Negra, Tempestade e de que forma a gente pode perceber questões reais dentro dessas histórias, como preconceito, racismo, e uma série de questões relacionadas a personagens que as crianças e adolescentes já conhecem. Os quadrinhos funcionam como um meio para ampliarmos a imaginação de nossos alunos, e estamos fazendo isso de maneira efetiva, no sentido da promoção de uma igualdade racial”, destaca o herói-professor.

“Branquitude, Representações e Privilégios”
Apaixonado pelo mundo lúdico, o contador de histórias está com mais um lançamento especial que promete impactar, ensinar e conscientizar através de histórias fáceis de compreender. “Da mesma forma que a gente percebeu que não tinha nenhum estudo especifico no Brasil relacionado a cultura pop com o tema ‘negritude’, tivemos assim a ideia de lançar um livro que discute a identidade branca a partir de personagens como: Professor Charles Xavier, Doutor Estranho, entre outros. Nesse lançamento vamos debater como ocorre essa identidade, como ela se manifesta dentro das histórias em quadrinhos, pensando em alguns conceitos e tornando esses conceitos mais palatáveis para o leitor. O livro ‘Branquitude, Representações e Privilégios’ está em pré-venda agora e pode ser adquirido através do nosso perfil (@obscariocadehq), além desse lançamento, os outros livros do nosso núcleo de pesquisa podem ser adquiridos por lá também”, conclui.


Edição 18/04/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Governador Cláudio Castro nomeia novo secretário de Polícia Militar

Agendamento online para passaportes está indisponível temporariamente

Polícia Civil conclui inquérito e indicia por tráfico mulher que deu balas com droga para camareira de hotel em Teresópolis

Prefeitura de Teresópolis confirma data do leilão de veículos apreendidos

Veja como ficam as repartições e atrativos turísticos de Teresópolis no feriado

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE