Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Motos: Secretaria de Segurança promete novas ações contra “baderneiros” em Teresópolis

Ações visam retirar de circulação motos sem placas, com canos abertos e motoqueiros que não respeitam as leis de trânsito

Luiz Bandeira

O evidente crescimento demográfico em Teresópolis e a carência por um sistema de transporte de passageiro mais eficiente acabam despertando na população o desejo em adquirir um meio próprio de locomoção. Isso, aliado a falta de respeito às leis de trânsito e a boa convivência entre condutores de veículos automotores e pedestres, vem produzindo vítimas graves de acidentes em sua maioria causados por imprudência, pressa ou negligência do condutor que não assume a responsabilidade de praticar uma condução segura. Não bastassem os motivos que tornam o trânsito cada vez mais perigoso e carregado, com congestionamentos constantes na região central e nos bairros, todo dia novos veículos são licenciados na cidade aumentando os transtornos. Para andar entre os muitos carros que enchem as ruas de Teresópolis, muitas pessoas adotam a motocicleta, veículo muito mais ágil e menor que os carros e que além de tudo tem um custo baixo. Porém, infelizmente o quê poderia ser encarado por muitos como solução de mobilidade, para outros é um brinquedo onde ele entende que pode exibir sua habilidade, perícia e coragem. Geralmente quem considera importante demonstrar seu valor sobre duas rodas, são os jovens “motoqueiros”, que não tiveram ou não foram educados no sentido de respeitar a vida alheia, ou ainda sofreram má influência. Aqui em Teresópolis, por exemplo, há o caso de um influenciador digital que exibia em vídeos publicados na internet manobras arriscadas nas ruas da cidade e em rodovias, quase provocando graves acidentes, e que detêm vários seguidores alienados que não tem interesse nem a capacidade de compreender a realidade que o cerca. Esse jovem infrator foi autuado por vários crimes e está respondendo à justiça pelos seus delitos.

Segundo Da Luz a GCM vai trabalhar em conjunto com as forças policiais no combate ao crime pratica sobre motocicletas na cidade


Há na população a percepção de que aqui em Teresópolis não tem ordenamento no trânsito, de que aqui “motoqueiros” podem cometer bandalhas sem maiores consequência para os infratores. Por conta disso, nesta quinta-feira, 03, entrevistamos o secretário municipal de Segurança Pública, Marco Antônio da Luz, que garantiu à reportagem do jornal O Diário e Diário TV que intensificará a fiscalização nesse sentido. “Há uma preocupação muito grande nossa em relação às motocicletas. Há cerca de um mês e pouco fizemos várias operações e vamos continuar fazendo, não é nada contra o trabalhador e sim a ilegalidade dele e por conta dessa ilegalidade vem trazer transtornos como aquele atropelamento que aconteceu na Reta há pouco tempo. Então a gente tem uma preocupação muito grande com isso, já estamos em contato com as forças de segurança pra nós voltarmos a atuar no combate, principalmente ao motoqueiro, porque são motoqueiros não são motociclistas, são esses motoqueiros que continuam insistindo em andar sem placa na cidade”, denunciou Da Luz.
O secretário de Segurança afirmou ainda que quem for reincidente terá seu veículo removido ao depósito municipal, em Três Córregos. “A gente não vai concordar com isso, nós vamos notificar, já andamos notificando algumas e se essas caírem de novo na nossa ‘rede’, vamos leva-las para o depósito agora. Porque de acorda com a lei é determinado que primeiro se notifique e dê uma advertência, na segunda infração eu já posso levar para o depósito e é o que a gente vai fazer nesses próximos dias, com operações nossas, com a Polícia Militar, com a Polícia Civil pra combater esse tipo de coisa”.

Além de notificar quem comete irregularidades na condução da motocicleta, os veículos com escapamento aberto serão autuados e se reincidentes serão removidos ao depósito

Sem placa
Da Luz indica também que há a preocupação com a utilização das motocicletas sem placas em crimes e que se forem flagrados os condutores poderão ser conduzidos à delegacia. “Até porque nós tivemos um grande número de homicídios onde tinham motos envolvidas, então a gente vai começar a bater nisso. Por favor senhores, já estão avisados, as motos sem placa principalmente, tomem cuidado, vão ser presos, aqueles que tiverem com problemas na justiça vão pra delegacia e a moto pro depósito”, alertou Marco Antônio Da Luz, secretário municipal de segurança pública.

Compartilhe:

Edição 02/03/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Morreu os 74 anos o empresário José Carlos da Papelaria Globo

Mutirão de inscrições do Pré-vestibular Social em Teresópolis

Capela mais antiga de Teresópolis ganha rota cultural

É preciso quitar todas as dívidas do veículo para obter o CRLV 2024

Fla bate Madureira no Maracanã por 3 a 0 e conquista Taça Guanabara

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE