Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Prefeitura detalha atrativos do teleférico e parque temático em Teresópolis

Projeto para criação de novo equipamento turístico já está nas Comissões da Câmaras

Com o objetivo de fomentar o turismo, gerar empregos para os trabalhadores teresopolitanos e impulsionar a economia local, o Prefeito Vinicius Claussen enviou, na última semana, para apreciação na Câmara Municipal o projeto de lei para a utilização de duas áreas no município: o Mirante da Colina, na Fazendinha, e as glebas 7, 8 e 9 da Rua Nilza Chiapeta Fadigas, na Várzea, terrenos que ficam na área do futuro Parque George March. O objetivo é a implantação, operação, manutenção e exploração das atividades de teleférico e parque temático por empresa que será selecionada por meio de licitação. A proposta, que já está nas Comissões da Câmara, inclui a comercialização de alimentos, bebidas, produtos e atividades de entretenimento, lazer e cultura. A projeção é que a criação do teleférico e do parque temático, projetos integrantes do programa municipal “Pra Cima Terê”, gere em torno de 200 empregos diretos e indiretos.
“O clima, o custo de vida, os atrativos naturais, a diversidade gastronômica e hoteleira são alguns dos atributos que reunimos para promover o desenvolvimento do turismo em nosso município. Porém, sem equipamentos que promovam a cidade, que consigam atrair esse fluxo turístico, não conseguimos desenvolver a economia. Visitamos o bondinho do Rio de Janeiro, que completou 110 anos agora, o teleférico de Camboriú, em Santa Catarina, o equipamento de Gramado, no Rio Grande do Sul, e a ideia é criar, sem custos para a Prefeitura, uma linha aérea ligando a Várzea à Colina do Mirante, um lugar belíssimo e de onde temos uma vista panorâmica extraordinária, além de uma área de lazer”, enfatiza o Prefeito Vinicius Claussen.
Após a análise dos vereadores, a Prefeitura vai lançar um PMI (Procedimento de Manifestação de Interesse), que antecede a licitação, para que as empresas interessadas apresentem propostas sobre os projetos executivos e técnicos a serem desenvolvidos. Em seguida, será publicado o edital do processo licitatório e definida a empresa vencedora da concorrência pública. “A empresa vencedora vai fazer o investimento e o que nós colocamos no edital é que ela terá que dar gratuidade aos moradores da Fazendinha cadastrados, então, vai funcionar como um modal de transporte público. Além disso, os moradores de Teresópolis, alunos da rede pública de ensino, idosos, PcD e servidores da Prefeitura e da Câmara, devidamente identificados, terão um desconto para que possam curtir esse novo equipamento que, em breve, será inaugurado em nosso município”, frisa Vinicius Claussen.

Desenvolvimento
O Prefeito destaca ainda que a iniciativa vai trazer um investimento fundamental para o desenvolvimento econômico, fomentando o trabalho, emprego e renda na cidade. “Os projetos para a instalação do teleférico e de adaptação das áreas serão de responsabilidade da empresa contratada e essas obras serão incorporadas ao patrimônio público ao final da concessão, que contempla ainda a contratação de trabalhadores locais e a aquisição de bens e serviços junto às empresas de Teresópolis”, afirma Vinicius Claussen, pontuando que a empresa deverá também promover campanhas de preservação do meio ambiente, valor artístico, histórico e cultural aos visitantes.

O teleférico parte da futura praça de eventos, em terreno de cinco mil metros quadrados na boca do túnel da Beira Linha, área agora pertencente ao município. Desse ponto, através das estações, se vai ao Mirante da Colina, área que será concedida para exploração de lazer, gastronomia e entretenimento, para que o modelo seja viável economicamente

O Projeto
De acordo com o Plano Diretor de Desenvolvimento Sustentável de Teresópolis, uma das vocações municipais é o Turismo, que movimenta uma crescente cadeia da economia: pousadas e hotéis, guias de turismo, parques, atrativos naturais, turismo de aventura, gastronomia, comércio, entre outros. Tal setor é fundamental na geração de emprego, na distribuição de renda e na arrecadação municipal, pois tem capacidade de atrair consumidores de outras regiões que injetam dinheiro na economia local. Entre os diferenciais da cidade estão localização central no estado, 90 km do aeroporto do Galeão, 98 km do aeroporto Santos Dumond, 96 km do Porto do Rio de Janeiro e 2h30 de Juiz de Fora (MG); entre os principais atrativos três parques (um nacional, um estadual e um municipal) e a Feirinha de Teresópolis (maior feira do estado do Rio); títulos de Capital Nacional do Montanhismo e do Lúpulo; e Calendário de Eventos Oficial #Vem Pra Terê, com a realização de eventos durante todo o ano. A infraestrutura hoteleira também é um ponto forte: o município possui 83 empreendimentos hoteleiros, totalizando mais de 6.400 leitos. Entre os prêmios recebidos pela cidade estão o título de “Cidade Empreendedora”, do Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor 2019, eleita um dos 23 destinos mais bonitos do Brasil (Expedia 2017) e entre as 100 melhores cidades para fazer negócios (Revista Exame 2019).
A Prefeitura pretende outorgar a área por concessão a título oneroso pelo prazo de 25 anos, com prorrogação de 10 anos. A outorga será precedida de licitação, na modalidade concorrência. As despesas para execução do projeto, as obras, manutenção e exploração serão por conta da concessionária selecionada. A empresa também terá de observar a regularidade do serviço, a continuidade, eficiência, segurança, higiene, cortesia e modicidade dos preços. O projeto prevê que sejam seguidas normas de acessibilidade, com equipamentos adequados para cadeirantes, informações em braile e áudio-descrição.

Mais sobre o projeto
O teleférico parte da futura praça de eventos, em terreno de cinco mil metros quadrados na boca do túnel da Beira Linha, área agora pertencente ao município. Desse ponto, através das estações, se vai ao Mirante da Colina, área que será concedida para exploração de lazer, gastronomia e entretenimento, para que o modelo seja viável economicamente. O projeto conta com espaços de alimentação (FoodPark), exposição e venda de souvenirs, entre outros atrativos e infraestrutura, com funcionamento também em horário noturno. Poderão acontecer eventos como comemorações referentes a datas especiais, como formaturas, coquetéis, mini wedding, gravações e lançamentos de produtos, etc. “Vamos dar vida ao novo Parque George March e cuidar do Mirante da Colina, de onde se tem uma vista linda. O teleférico vai projetar Teresópolis de vez como destino turístico do Brasil”, conclui o Prefeito Vinicius Claussen.


Edição 20/02/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Prefeito diz que não vai pagar o aumento de ninguém

Teresópolis: matagal toma conta de rua no Golfe

Casa de Cultura e entorno seguem abandonados

Teresópolis: Câmara nega aumento para prefeito e secretários

Procon RJ investiga aumentos abusivos no preço de repelentes

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE