Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

MP divulga relatório sobre mortes de policiais militares

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), por meio da Coordenadoria de Segurança e Inteligência (CSI/MPRJ), disponibilizou na plataforma ?MP em Mapas?, em janeiro, relatório sobre policiais militares vítimas de morte violenta no ano de 2017, no Estado.

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), por meio da Coordenadoria de Segurança e Inteligência (CSI/MPRJ), disponibilizou na plataforma “MP em Mapas”, em janeiro, relatório sobre policiais militares vítimas de morte violenta no ano de 2017, no Estado. O estudo foi elaborado a partir de cruzamento e análise de dados disponíveis na base do Portal da Segurança, nos registros de ocorrência da Polícia Civil, em matérias jornalísticas e nas bases de dados do MPRJ, da PMERJ e do Tribunal de Justiça. Embora a imprensa tenha contabilizado 134 policiais militares mortos no ano de 2017, levantamento do MPRJ apurou um total de 138. A diferença é resultado da inclusão de mortes causadas por suicídio, disparo acidental e acidente em serviço e exclusão de duas vítimas que não integravam os quadros da Corporação.

De acordo com o levantamento da Divisão de Inteligência da CSI/MPRJ, dos policiais mortos violentamente, 111 eram da ativa e 27 eram inativos. Dos 111 da ativa, 30 estavam em serviço e 81 de folga. Dentre os 81 mortos em folga, apurou-se que o latrocínio foi responsável pela maior parte dos óbitos: 44.  Já dentre as 30 mortes em serviço, a maior parte, 26, ocorreu em razão de confronto armado.  As maiores concentrações de letalidade foram registradas nos municípios do Rio de Janeiro, Nova Iguaçu, Mesquita, Nilópolis e São Gonçalo. Os dados estão disponíveis na plataforma digital do MPRJ “MP em Mapas”.

Tags

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email
Edição 02/07/2022
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Notícias falsas nas eleições de 2020 preocupam especialistas

Policial de férias prende acusado de tráfico na entrada da cidade

Magalu vai abrir loja em Teresópolis e inicia processo de contratação

Veículo abandonado em via pública é incendiado

Câmara aprova representação contra o prefeito de Teresópolis