Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Novo espaço do CMEI Várzea foi desapropriado pelo município

Previsão é que obras sejam concluídas em fevereiro, com adaptação do imóvel para receber os alunos

Marcello Medeiros

Em resposta ao Diário, que solicitou informações sobre a situação legal do novo espaço Centro de Municipal de Educação Infantil da Várzea (CMEI Várzea),a secretaria municipal de Educação informou nesta sexta-feira (02), “que o imóvel localizado na Rua José de Anchieta, 35, na Tijuca, foi desapropriado para a instalação do CMEI Várzea em sede própria”. Ainda segundo o documento, “o espaço está passando por adaptações para atender aos alunos com segurança e conforto. A previsão é de que as obras sejam concluídas ainda neste mês de fevereiro, quando será anunciada a data do início das aulas na unidade”.
O novo espaço fica em uma grande residência localizada no início da Rua Padre José Anchieta, perto do encontro com a Prefeito Monte, na Tijuca. Antes, a escolinha ficava no começo da Sebastião Teixeira. Em outubro do ano passado, O Diário mostrou a situação dos pais e responsáveis, que receberam com muita preocupação a informação de que a casa onde funcionava o CMEI Várzea, alugada pela prefeitura, havia sido vendida pela proprietária e no próximo ano não poderia ser utilizada pela unidade escolar.

Edição 22/02/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

LADRÕES DE RESIDÊNCIAS: Troca de tiros e quadrilha presa na Barra do Imbuí

Flávio Dino toma posse como ministro do Supremo Tribunal Federal

Bolsonaro não responde à PF em depoimento sobre golpe de Estado

Governo do Estado atua nas cidades afetadas pelas chuvas

Moradores denunciam possível foco do mosquito em casa abandonada

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE