Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

O encanto do agroturismo fungífero em Teresópolis

Explore o mundo mágico dos cogumelos, cada vez mais valorizado no município

Nina Benedito @ninabenedito @tesourosdaserra.rj

O fascínio pelos cogumelos vai além do prato e se estende para uma experiência imersiva que está conquistando viajantes em todo o mundo: o “Agroturismo de Cogumelos”. Essa forma peculiar de turismo oferece uma oportunidade única para os amantes da natureza e da gastronomia mergulharem no universo mágico dos fungos, explorando estufas e fazendas onde os cogumelos são cultivados. O segmento oferece uma jornada fascinante desde o cultivo até o prato. Os visitantes têm a oportunidade de conhecer de perto o processo de crescimento dos cogumelos, desde a preparação dos substratos até a colheita dos frutos. Guiados por especialistas, os turistas aprendem sobre as diferentes espécies de cogumelos, seus ciclos de vida e as técnicas de cultivo utilizadas.
O “Agroturismo de Cogumelos” não se trata apenas de entretenimento, mas também de educação ambiental. Os visitantes têm a oportunidade de aprender sobre a importância dos fungos para o ecossistema, seu papel na decomposição da matéria orgânica e sua relação simbiótica com outras plantas e organismos. Essa consciência ambiental promove a valorização da biodiversidade e a conservação dos habitats naturais.

Produtores de cogumelos se reúnem para experiências e trocas nas estufas

Desenvolvimento Local
Além de oferecer uma experiência enriquecedora para os visitantes, o “Agroturismo de Cogumelos” também contribui para o desenvolvimento econômico das comunidades locais. As fazendas de cogumelos se tornam pontos turísticos, gerando empregos e oportunidades de negócios nas áreas rurais. Além disso, a venda de produtos relacionados aos cogumelos, como kits de cultivo e alimentos processados, impulsiona a economia local.

Cogumelo Shitake, um dos mais conhecidos e procurados

Turismo Sustentável
Em um mundo cada vez mais preocupado com a sustentabilidade e a preservação ambiental, o “Agroturismo de Cogumelos” surge como uma opção de turismo consciente e responsável. Ao valorizar os recursos naturais e promover práticas agrícolas sustentáveis, essa forma de turismo abre portas para uma nova maneira de viajar, onde a conexão com a natureza e o respeito pelo meio ambiente são prioridades. O “Agroturismo de Cogumelos” oferece uma jornada fascinante para os amantes da natureza, da gastronomia e da cultura local. Seja explorando estufas, degustando sabores únicos ou aprendendo sobre a importância dos fungos, essa experiência promete encantar e inspirar os viajantes de todas as idades.

Vivência sensorial em estufa de cogumelos atraem visitantes para Teresópolis

Um verdadeiro tesouro
No município, um grupo de produtores de cogumelos está transformando não apenas a paisagem agrícola local, mas também a maneira como os cogumelos são percebidos e consumidos. Desde 2014, quando Manuella Pereira da Urupê Medicinas da Terra deu os primeiros passos na produção de cogumelo Shiitake, a cidade testemunhou o surgimento de novos produtores.
O município destaca-se principalmente pela produção de cogumelos do tipo Shitake (Lentinula edodes) e alguns tipos de Shimejis (Pleurotus spp.). Com a chegada da pandemia, estes produtores uniram forças e começaram a trabalhar de forma colaborativa. Agora, em 2024, decidiram formalizar essa parceria, criando a Associação Fungi Cultura Serra dos Órgãos, composta por 10 famílias de produtores de agricultura familiar.
Os produtos do grupo são amplamente comercializados nas cidades do Rio de Janeiro e Teresópolis, abrangendo desde mercados e restaurantes até o consumidor final. A Urupê Medicinas da Terra lidera também um serviço de delivery, o Clube Urupê, que reúne os produtos de todos os produtores da associação, oferecendo cogumelos frescos, produtos processados à base de cogumelos e uma linha de extratos de cogumelos medicinais. Segundo a Associação, Teresópolis está produzindo em torno de uma tonelada por mês de diferentes variedades dos cogumelos.
Além da comercialização, a Associação Fungi Cultura Serra dos Órgãos se dedica a promover eventos relacionados ao universo dos fungos, incluindo vivências e workshops sobre cultivo, visitas guiadas às produções, e micotrilhas lideradas por especialistas para a observação e conhecimento dos cogumelos silvestres da Mata Atlântica.

Antepasto de cogumelos produzido no 3o distrito de Teresópolis.


Em uma iniciativa cultural vibrante, os produtores de cogumelos também fundaram o BloCogu, um bloco de carnaval que animou as ruas da cidade. E para expandir ainda mais os horizontes gastronômicos e musicais da região, estão organizando o Festival Cogus & Blues, um evento que promete unir a gastronomia local com os sabores dos cogumelos e o ritmo contagiante do blues, previsto para setembro deste ano.
O grupo é composto por uma diversidade de empresas, incluindo a Urupê Medicinas da Terra, Casa da Colina, Nosso Rancho, Dom Quito Gourmet, Shiitakeria dos Ursos, Senhor Cogumelo, Cogumelos do Bosque, Shiitake dos Deuses e Cogumelos Nativus. Juntas, essas empresas não só estão redefinindo a agricultura local, mas também promovendo uma nova cultura em torno dos cogumelos, que vai muito além do prato. Saiba mais em @associacao_fungi.cultura


Edição 21/05/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Seleção Sub-20 em Teresópolis no próximo dia 03

Selo “Amigo Pet” para bares e restaurantes é criado

Zerada a tarifa de importação para garantir abastecimento de arroz

PM apreende 11 motos em situação irregular no trânsito

Mesmo quem já pagou o IPVA deste ano terá de quitar as duas taxas do CRLV-e

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE