Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Prefeitura aluga 22 quartos da Beneficência Portuguesa

Vereadores discutem decreto, temendo que hospital passe a atender casos de Covid-19

Wanderley Peres

A prefeitura publicou Decreto no DO desta quinta-feira, 25, intervindo no hospital da Beneficência Portuguesa, requisitando os leitos 108, 205, 206, 207, 208, 209, 210, 211, 214, 301, 302, 303, 304, 305, 306, 307, 308, 309, 310, 311 e 312, que seriam utilizados em clínica médica, “em retaguarda” ao Covid-19, referência ao coronavirus que levou o tema à sessão da câmara Municipal desta quinta-feira.
“Só tem duas portas no hospital, se entrar paciente Covid ali, passando pelos demais espaços onde todo tipo de público está, inclusive idosos, seria um grande risco”, alertou o médico Raimundo Amorim, da Comissão de Saúde, garantindo o vereador líder do prefeito, que a palavra retaguarda no ato oficial quis dizer justamente o contrário, garantindo o atendimento no local somente de pacientes não-Covid. “A quem interessa essa intervenção? Não consigo raciocinar de forma positiva sobre essa decisão, de contratar leitos num hospital de pequeno porte e muito limitado diante das suas características, inclusive de público, já que atende clínica médica. Se é para intervir, que fosse num hospital de maior porte”, lembrou o Dr. Amorim, observando que, quando o leito é contratualizado paga-se pelo uso, como a prefeitura tem feito com os leitos dos hospitais São José e HCT. Quando requisita os quartos, não, passa a pagar pelos leitos, utilizando-os ou não. 
“Se fosse intervenção, para cuidar melhor dos doentes de Covid, tudo bem, é uma necessidade emergencial, mas intervir em hospital onde funciona atendimentos essenciais e regulares não faz sentido algum”, concluiu o vereador.

Tags

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email
Edição 28/06/2022
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Notícias falsas nas eleições de 2020 preocupam especialistas

Policial de férias prende acusado de tráfico na entrada da cidade

Magalu vai abrir loja em Teresópolis e inicia processo de contratação

Câmara aprova representação contra o prefeito de Teresópolis

Veículo abandonado em via pública é incendiado