Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Prefeitura de Teresópolis libera ponte da Rua Jorge Lóssio, no Alto

Nova estrutura, que substitui passagem construída para charretes, suporta até 20 toneladas

Luiz Bandeira

Nesta quarta-feira, 28, foi liberada ao tráfego de veículos o trecho da Rua Jorge Lóssio, no Bairro do Alto, que estava interditado desde 10 de novembro último, depois que uma ponte, construída em 1922, sobre o rio da Cascata dos Amores, desabou após um dia de forte chuva e também pelo aumento do tráfego de veículos pesados, carregados com materiais de construção, resultado de vários empreendimentos imobiliários que prosperaram na região. Imediatamente após o acidente, servidores públicos municipais das secretarias de Obras, Serviços Públicos e Segurança Pública agiram, primeiro isolando a área e desviando o tráfego de veículos pelas ruas Ademar Rizzi Lippi e Hildegardo de Noronha, para então desobstruir a calha do rio dos restos da ponte caída e depois preparando a cabeceira para enfim ser colocada uma estrutura robusta de aço, cedida ao município pelo exército brasileiro, por ocasião da Tragédia de 12 de janeiro de 2011.
O secretário municipal de Serviços Públicos, Davi Serafim, participou de todo o processo até a entrega da ponte refeita à população. “A gente conseguiu concluir o trabalho com um pouco mais de 30 dias. Essa ponte é uma estrutura que já estava no almoxarifado da prefeitura desde 2011, então a gente somou forças junto a secretaria de Obras e de Fiscalização de Obras e hoje estamos conseguindo concluir e entregar essa obra importante aqui pros moradores do bairro do Alto”, comemorou o secretário. Davi destacou ainda quais fatores possibilitaram concluir esse serviço em tão pouco tempo. “Foi a praticamente a um custo zero essa ponte, toda a mão de obra nossa, se fosse fazer tudo levaria seis ou sete meses pra ficar pronta, teria que licitar, a empresa vir avaliar, fazer todo o estudo, menor preço, concorrência pública e aí a gente ia demorar um tempo bem maior que esse aí. Graças a Deus a gente tinha essa ponte lá e conseguimos concluir em um tempo recorde”.

Prefeito Vinicius Claussen, secretário de Serviços Públicos Davi Serafim e o vereador líder do governo na Câmara, Paulinho Nogueira, estiveram presentes na entrega da ponte à população

Prefeito presente
O prefeito Vinicius Claussen também prestigiou a entrega da ponte à população e fez questão de exaltar o comprometimento dos servidores envolvidos na obra e aos vizinhos que se envolveram contribuindo com os trabalhadores. “Uma obra feita com compromisso, com carinho entendendo que a Jorge Lóssio não poderia parar por muito tempo. Final de ano muita chuva, foram muitas adversidades vencidas aqui, mas glória ao nosso querido Deus e também a nossa equipe que eu quero dar aqui os parabéns, obrigado pelo trabalho de todos vocês. Esses são servidores comprometidos com a cidade sob o comando e liderança do Davi Serafim, nosso secretário de Serviços Públicos, nosso líder de governo também, Paulinho Nogueira, que vem acompanhando as obras e todas as entregas da nossa gestão. Então aqui em pouco mais de 30 dias fizemos um trabalho coletivo, quero agradecer também aos vizinhos porque acaba que todo mundo ajuda, todo mundo participa o próprio bairro abraçou e cuidou é aquele bom dia, é aquele cafezinho que chega, a água gelada, então quer dizer a cidade participando e as coisas acontecem da forma que tem que ser”, resumiu o prefeito.

Registro da confraternização da equipe de operários envolvida na obra junto ao Prefeito e o secretário de Serviços Públicos do município


Agora a Rua Jorge Lóssio volta a receber o tráfego de veículos e a ponte nova ponte construída suporta 20 toneladas, diferente da outra construída no século passado. “A ponte foi construída pra charrete, como foi publicado no próprio Diário, há cem anos, a estrutura até aguentou muito, com fluxo de caminhões, como a gente tem destacado em outras entrevistas, muita obra aqui por perto, a ponte não resistiu, essa aí com certeza a resistência é muito maior”, pontuou o secretário de serviços públicos do município, Davi Serafim.
Morador da Vila Santo Antonio e com comércio estabelecido na Rua Jorge Lóssio, o borracheiro Alexandre da Costa Couto acompanhou toda a execução. “Fizeram um bom serviço, de qualidade, com estrutura reforçada. Em muitos dias o pessoal trabalhou até tarde da noite pra ponte ficar pronta. Ficou um serviço de primeira”, opinou.

A nova ponte só foi construída tão rápido pois a estrutura principal já estava no almoxarifado da prefeitura desde 2011, cedida pelo exército brasileiro

Compartilhe:

Edição 20/04/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Mesmo quem já pagou o IPVA deste ano terá de quitar as duas taxas do CRLV-e

OAB esclarece sobre o abuso do aumento da conta mínima comercial de água

Feriado de São Jorge com promoção no Parc Magique do Le Canton

Rodovias federais terão pontos de descanso para motoristas

Três flagrados com cocaína e maconha no Meudon

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE