Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Saúde diz que “tem viaturas em condições de realizar viagens para outros municípios”

Governo não se pronuncia em relação à falta de manutenção da frota e risco para pacientes e motoristas

Somente nesta sexta-feira, pela manhã, o governo Vinicius Claussen se pronunciou sobre a reclamação de pacientes do SUS no município, publicada na edição deste 14 de abril pelo Diário, em relação a falta de veículos para o transporte de pacientes para unidades hospitalares fora do município e a denúncia de que as viaturas da frota da secretaria de Saúde estariam sem manutenção e boa parte encostada e sem condições de uso devido a esse descaso. Apesar da gravidade da situação, e relatos de usuários do sistema, a resposta da prefeitura, através da Assessoria de Comunicação foi, digamos, “genérica”: “A Prefeitura Municipal de Teresópolis informa que todas as viaturas no pátio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) se encontram em situação que permite viagens e demais atividades realizadas no município e viagens para fora do município”. Apesar de provocada a seguir sobre as outras questões, a secretaria de Saúde não se pronunciou – pelo menos até o fechamento desta edição. O documento encaminhado para a redação do Diário responde ainda a questão de um paciente, uma criança, que segundo informação do pai quase perdeu cirurgia aguardada há um ano porque não havia veículo disponível na secretaria de Saúde. “De acordo com a SMS, o problema interno relacionado ao caso citado já foi solucionado e a família contactada pela Secretaria. Deste modo, foi reagendado a cirurgia para o paciente”, explicou a PMT, sendo informada pela nossa reportagem que tal procedimento hospital já havia inclusive sido realizado, após familiares conduzirem por conta própria a criança para unidade fora do município. Também não obtivemos resposta em relação a essa dupla informação.

Garagem da PMT: algumas viaturas parecem estar nesse local há bastante tempo, aparentando estar caminhando para servirem como “doadoras de peças” e, depois que quase mais nada sobrar, serem destinadas para leilão público

Segundo apurado pela reportagem do Diário, a frota do setor tem aproximadamente 50 veículos e, desses, pelo menos 20% não está em circulação. Vans, ambulâncias e carros de passeio utilizados para conduzir teresopolitanos para unidades de saúde de diversos municípios estariam temporariamente inutilizados por falta de manutenção e peças de reposição. Começamos a verificar essa demanda após receber algumas reclamações de pacientes e seus familiares, preocupados em perder atendimentos que foram agendados meses atrás porque a SMS não estaria oferecendo adequadamente o atendimento necessário ao contribuinte local. “Estávamos há um ano esperando a cirurgia. Na terça-feira ligaram confirmando e informando que seria na quarta-feira pela manhã. Quando deu 9h, ligaram para a mãe do meu filho dizendo que não tinha carro, que não fornecem pneus para viaturas, peças para repor essas viaturas, que estão oferecendo risco para pacientes e motoristas”, relata o pai, informando que “tiveram que se virar para leva-lo ao hospital” e que não sabe como irá fazer para voltar para Teresópolis. “Para festa, para um monte de coisa tem dinheiro”, frisou o pai do jovem.
Outro caso que chegou ao nosso conhecimento é de um paciente renal, em situação semelhante. Ele aguardava há meses a realização de uma cirurgia e, ao chegar à secretaria municipal de Saúde, na Tijuca, no dia de embarcar para o hospital, recebeu a informação que o veículo que faria o transporte teria quebrado. Na ocasião, uma funcionária que faria parte do quadro diretivo do setor teria ficado indignada com a cena que estava presenciando e dito que “se fosse necessário, o levaria em seu carro particular”, conseguindo a seguir outra viatura para o transporte do teresopolitano para o Rio de Janeiro.

Tags

Compartilhe:

Edição 13/04/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Receita Federal em Teresópolis fala sobre declaração de IR 2024

“Agroturismo”, um convite para novas descobertas em Teresópolis

Direito do Unifeso é avaliado pelo MEC como 4º melhor do estado do RJ entre 94 universidades públicas e privadas

“Tesouros da Serra” prestigia o Fórum Regional de Turismo

Domingos de abril com promoção no Parc Magique e fazendinha do Le Canton

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE