Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Secretaria de Saúde alerta para aumento da taxa de positividade para a Covid-19

Cenário reforça a importância da população completar esquema vacinal e tomar as doses de reforço

Os dados da Covid-19 no Estado do Rio de Janeiro apresentaram aumento nas duas últimas semanas quando comparados às semanas anteriores. A Secretaria de Estado de Saúde (SES) está monitorando o cenário e faz um alerta sobre a importância da população completar o esquema vacinal para evitar casos graves e óbitos pela doença.

– Estamos observando um aumento ainda pequeno do número de casos de Covid relacionados à variante Ômicron. Isso já acendeu nosso sinal de alerta. As pessoas que ainda não se vacinaram devem ir a um posto e completar o esquema vacinal e tomar as doses de reforço. Isso é uma medida fundamental para evitarmos a reentrada de outras variantes aqui no estado do Rio e para proteger contra as formas mais graves da doença – destacou o secretário de Estado de Saúde, Alexandre Chieppe.

A análise considera os registros da semana de 30 de outubro a 5 de novembro comparado à semana anterior. No período avaliado, a taxa de positividade dos testes de antígeno estava em 26%, e a de RT-PCR, em 15,9%.

O vírus SARS-CoV-2 aparece em 22% das amostras testadas de pacientes com síndrome gripal e já é o vírus respiratório com maior prevalência no estado. Na semana anterior, o coronavírus aparecia apenas em 4% das análises. Já o sequenciamento genômico para a Covid-19 identificou que a Ômicron continua sendo a principal variante em circulação. As solicitações de leito para tratamento da doença também seguem em aumento, com uma média de oito pedidos por dia.  

A Subsecretaria de Vigilância e Atenção Primária à Saúde (Subvaps) enviou, na semana passada, ofício aos 92 municípios do estado alertando para a  importância das unidades básicas e de pronto atendimento do estado ampliarem a oferta de teste rápido de antígeno para Covid-19. A recomendação orienta que todos os pacientes com sintomas de síndrome gripal devem ser testados para a doença.

A Subvaps reforça a importância da manutenção da Campanha Nacional de Vacinação contra Covid-19, com a aplicação das doses de reforço. Iniciada em janeiro de 2021, a campanha está sendo realizada em todos os municípios do estado. Pessoas com 18 anos ou mais já podem tomar a segunda dose de reforço, conforme orientação do Ministérios da Saúde. Os adolescentes de 12 a 17 anos devem receber a primeira dose de reforço contra a doença. E para as crianças de 3 a 11 anos, a recomendação é a aplicação das duas doses do esquema inicial, ou seja, ainda sem indicação de doses de reforço.

Além do ofício, a Subvaps enviou aos municípios nota técnica Nº 23/2022 com as atualizações das recomendações e orientações do Ministério da Saúde sobre a Covid-19 no âmbito das vigilâncias epidemiológicas. Entre outras coisas, o texto recomenda a testagem de casos de síndrome gripal, distanciamento físico, etiqueta respiratória, higienização das mãos, uso de máscaras, limpeza e desinfeção de ambientes e isolamento de casos suspeitos e confirmados.

Compartilhe:

Edição 01/03/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

GCM e PM apreendem produtos de beleza e saúde vendidos em via pública

Estudantes na campanha contra o mosquito Aedes aegypti

Homem preso com maconha e cocaína em Água Quente

OABRJ e TRF2 realizam parceria para casos de regularização fundiária

Foragido da Justiça é localizado em Teresópolis

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE