Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Três parques, muitas belezas protegidas em Teresópolis

Circuito de cerca de 50km permite visitar, em um dia só, Serra dos Órgãos, Três Picos e Tartaruga

Privilegiada pela natureza, Teresópolis tem ainda a “sorte” de ter sido contemplada com três unidades de conservação ambiental. Parque Nacional da Serra dos Órgãos, Parque Estadual dos Três Picos e Parque Natural Municipal Montanhas de Teresópolis garantem proteção para fauna e flora e qualidade de vida para os moradores locais, além de inspirar turistas do mundo inteiro. E esses três ambientes oferecem tantas opções de lazer que é difícil escolher qual visitar. Então, se o seu tempo for curto, que tal respirar o pouquinho do ar de cada lugar desses? Na coluna “Mochileiro” de hoje, um roteiro de cerca de 50 quilômetros ligando os três parques e permitindo se apaixonar – caso isso ainda não tenha acontecido com você – por esses lugares mágicos que fazem com que Teresópolis seja cada vez mais desejada como destino turístico de muita gente. Para conectar os três parques, aproveitando bem o dia, utilizei minha companheira de aventuras – a bicicleta. Mas já adianto que esse roteiro pode perfeitamente ser percorrido também de carro, portando permitindo que você curta ainda mais cada um desses ambientes.

Serra dos Órgãos
Para começar, a dica é atravessar o mais antigo do município, e terceiro mais antigo do país, o Parque Nacional da Serra dos Órgãos. A sede Teresópolis tem acesso pela Avenida Rotariana, no Soberbo. Da portaria até o final da Estrada da Barragem, são pouco mais de três quilômetros de distância. Devagar e sempre, respirando ar puro e admirando tudo que se está à volta, se chega ao final em cerca de uma hora. Uma paradinha no camping, um refresco no “chuveirão” ao lado da antiga pousada, de repente uma molhada nos pés no Paquequer, que atravessa essa via, e os trechos íngremes ficam em segundo plano. No final da Estrada da Barragem, o rio Beija-Flor, que nesse ponto escorrega pelo paredão de uma antiga barragem da Cedae, é um convite para um banho. Entrando cedo, dá curtir tudo e isso e muito mais no Serra dos Órgãos, como o Centro de Visitantes e, se a piscina estiver cheia, esse bonito espelho d´água.

Área de camping da parte baixa da sede Teresópolis do Parque Nacional da Serra dos Órgãos

Os Três Picos
Saindo do Parnaso, a dica é seguir em direção ao Soberbo e, no mirante, pegar a esquerda pela rodovia BR-116. Cerca de cinco quilômetros depois, no lado direito, a sede Teresópolis do Parque Estadual dos Três Picos. Com pouco tempo em funcionamento, o espaço ainda está sendo estruturado. Nesse caso, a estrada é praticamente toda plana, da portaria até o camping, por cerca de dois quilômetros. No meio desse trajeto, o “Caminho das Águas”, um circuito que margeia um pequeno curso d´água, mais um bom lugar para se banhar se as condições climáticas permitirem.

Estrada da Barragem tem pouco mais de três quilômetros de extensão e muito o que se vivenciar

Segue para Tartaruga
A próxima parada fica um pouco mais distante. É preciso sair pela rodovia BR-116 e tomar como direção a região central do município. Em seguida, Barra do Imbuí e Granja Florestal, até chegar à portaria do Parque Natural Municipal Montanhas de Teresópolis. Esse trecho pode variar de acordo com o conhecimento prévio e gosto de cada um. Eu, por exemplo, prefiro esticar até a Posse e retornar pelo Clube do Lago, chegando ao acesso da Tartaruga. Ainda sobre essa unidade de conservação, atualmente não há roteiro ciclístico liberado, mas em breve será criado um trajeto para esse tipo de atividade nessa sede. Então, se estiver em duas rodas, a dica é passar pela portaria e depois descer em direção a Córrego dos Príncipes, de onde se avista majestosamente a Tartaruga. Para quem estiver de carro, estacione e faça a caminhada até o cume dessa montanha. São cerca de 20 minutos até o lugar onde se avista as outras duas unidades de conservação e outros ambientes que muito provavelmente terá vontade de explorar posteriormente.

No final da Estrada da Barragem, o Rio Beija-Flor e uma antiga represa da Cedae

Mais sobre o trajeto
O circuito fechou com 49 quilômetros e 900 metros de altimetria acumulada, tomando como referência saída e chegada na região central do município. Mesmo sem grande experiência ciclística, começando cedo dá para concluir o trajeto tranquilamente. Para saber mais sobre essa e outras rotas de bicicleta, além de caminhada e escalada, acesse o Instagram @mochileiro_marcello. No meu Strava (Marcello Medeiros) esse e outros roteiros também estão salvos. Bora se movimentar, a pé ou em duas rodas, e conhecer melhor um município que tem muito a oferecer a quem busca uma rotina mais tranquila e equilibrada do que nos grandes centros urbanos!

Sede Teresópolis do Parque Estadual dos Três Picos, onde em breve será liberado o camping
Da localidade de Córregos dos Príncipes se avista a nossa Pedra da Tartaruga
Edição 20/04/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Trilha mais antiga da Serra dos Órgãos completa 183 anos

“PREFEITO, CADÊ O DINHEIRO DA CAUSA ANIMAL?” Protetoras visitam canil e denunciam insalubridade

Feriado de São Jorge com promoção no Parc Magique do Le Canton

A festa pelo livro de Edinar Corradini

Anvisa mantém proibição ao cigarro eletrônico no país

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE