Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Mais um acusado de pedofilia é preso em Teresópolis

Homem de 38 anos denunciado por aliciar crianças de 12 e 14 anos

Na manhã desta terça-feira (09), Policiais Civis lotados na 110ª Delegacia de Polícia, em Teresópolis, prenderam um homem de 38 anos acusado de aliciar duas vítimas menores, de 12 e 14 anos. No celular do autor, os agentes encontraram fotos de crianças nuas e em cenas pornográficas. Os agentes prenderam o homem após um trabalho de investigação e de inteligência. Os policiais levantaram informações, coletaram provas e solicitaram à Justiça um mandado de prisão, que foi decretado. Após diligências, a equipe da 110ª DP localizou e capturou o autor.
Em entrevista ao Diário, o Delegado Titular do município falou sobre mais uma ocorrência do tipo no município. “Infelizmente, mais um caso de pedofilia. Recebemos informações que ele estava aliciando crianças, iniciamos a investigação e abrimos inquérito, conseguindo o mandado de prisão no judiciário. Além de realizar a prisão, encontramos no celular ele mais material de pornografia infantil e mensagens enviadas para crianças. Ele vai responder por vários crimes no Estatuto da Criança e Adolescente, pegando até 13 anos de prisão”, explicou.

“É muito importante que os pais fiquem atentos na questão dos celulares, porque as crianças podem estar trocando mensagens com pedófilos, como nesse caso”, pontua Dubugras. Foto: Arquivo Diário

O Delegado falou também sobre a importância de pais e responsáveis se manterem alertas para esse tipo de situação e outros crimes que podem ocorrem em ambientes virtuais. “É muito importante que os pais fiquem atentos na questão dos celulares, porque as crianças podem estar trocando mensagens com pedófilos, como nesse caso. Tem que se ficar muito atento, pois infelizmente as redes sociais, internet, aplicativos, tudo isso facilita. É triste saber que há pessoas que se aproveitam da inocência das crianças. Esperamos que as penas para esses criminosos fiquem mais altas, é o caminho para acabar com esse tipo de crime”, pontuou Dubugras.
Ele ficou acautelado no xadrez local até ser transferido para unidade prisional da Polinter, na Zona Norte do Rio de Janeiro. Bairro e outras informações não foram divulgadas visando preservar a identidade das crianças envolvidas na ocorrência.

Caso anterior
Em meados de março passado, investigação envolvendo a Polícia Civil e o Ministério Público, com apoio da PM para cumprimento de ordem judicial, terminou com a prisão de um homem de 28 anos, morador do Meudon, acusado do crime de pedofilia em Teresópolis. Ele estava sendo investigado há alguns meses, depois de ter sido denunciado pela então esposa: segundo a polícia, ela havia encontrado no telefone dele diversas imagens de sexo envolvendo crianças e adultos. O aparelho foi entregue na 110ª DP e ele começou a ser investigado. “Essa mulher foi extremamente corajosa, viu que ele tinha no celular um aplicativo especializado em pornografia infantil e também um grupo no Telegram especializado em pornografia de crianças. Havia imagens de sexo entre as crianças e de sexo entre adultos e crianças. Iniciamos a investigação e observamos que diversas pessoas participavam e difundiam pornografia infantil”, relatou na ocasião o Delegado Marcio Dubugras.


Edição 21/05/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Seleção Sub-20 em Teresópolis no próximo dia 03

Selo “Amigo Pet” para bares e restaurantes é criado

Zerada a tarifa de importação para garantir abastecimento de arroz

PM apreende 11 motos em situação irregular no trânsito

Mesmo quem já pagou o IPVA deste ano terá de quitar as duas taxas do CRLV-e

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE