Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Teresópolis: Festival Origens será realizado em maio

Evento é uma homenagem a potência produtiva de Teresópolis

Nina Benedito
@ninabenedito

No último dia 07 foi realizada reunião estratégica do Polo Gastronômico de Teresópolis para o alinhamento do próximo evento a ser realizado dentro do calendário de 2023,o Festival Origens. Ele tem por objetivo, além de fomentar o mercado gastronômico e turístico da cidade, valorizar a nossa riquíssima agricultura e produtores da região. O que não faltam são ingredientes dos mais variados para a criação dos pratos do festival, todos produzidos em Teresópolis. A equipe do jornal O Diário e Diário TV esteve presente no encontro, realizado no restaurante Burrata e reunindo várias entidades representativas da cidade e do estado do Rio, entre elas a Emater e a Abrasel (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes).
A Presidente do Polo Gastronômico, Vânia Baddini, proprietária do restaurante Donna Tê, falou com orgulho sobre mais um evento gastronômico na cidade. “Essa é uma reunião estratégica com as entidades representativas da região, a Emater, a Abrasel, a Secretaria de Turismo, o Burrata que cedeu o espaço para que a gente apresente o Festival Origens que vai do Campo a Mesa. É um festival que veio para ficar e fazer parte do nosso calendário”, enfatizou. Já o Vice-Presidente do Polo, Hugo Ramos, proprietário da cafeteria O Café, destacou a intenção do festival. “O objetivo principal é trazer a questão do pertencimento da cidade que produz muitos alimentos, trazer para as mesas dos restaurantes e das cafeterias e mostrar o sabor, a qualidade dos produtos que nós produzimos em Teresópolis”.

Destaque na agricultura
Teresópolis já é conhecida por um polo gastronômico diversificado com ótimos restaurantes, preços justos e cardápios diferenciados. O Festival Origens veio para resgatar o que o município tem de melhor, destacar a relevância da cidade como fornecedor de alimentos, afinal, somos apontados como o segundo maior PIB da Região Serrana e o primeiro colocado no PIB do setor agropecuário, segundo o Observatório do Trabalho em 2021. São 3.492 estabelecimentos entre lavouras permanentes e temporárias, com 8.094 pessoas lotadas, segundo informações do IBGE em 2017. Mais de 4.879 produtores rurais, com uma produção de 160.707 toneladas por ano e faturamento superior a 178,5 milhões de reais, de acordo com o Relatório de Acompanhamento Sistemático da Produção Agrícola da Emater-Rio em 2020.

Destaque na gastronomia
Hugo Ramos lembrou também que é importante destacar não só os excelentes restaurantes, mas principalmente trazer pertencimento. “Nós temos Chefs maravilhosos, mas principalmente o que a gente planta e colhe. Os produtos saem dos nossos campos e vão diretamente para as nossas mesas, e a gente quer que as pessoas possam experimentar isso e ter essa consciência, e a gente vai falar muito sobre isso ao longo desse período, sobre como a gente trabalha com a pessoa que está plantando, com o produtor rural, a importância da agricultura familiar também nesse processo, e quando ele chega à mesa dos restaurantes que ele se transforma”.

Secretaria de Turismo
A secretária de Turismo, Elizabeth Mazzi esteve presente ao evento e fez questão de destacar a importância desse festival para a agricultura do município. “Esse não é mais um festival, é um xodó, inclusive meu e do prefeito Vinicius Claussen. Quando ele me convidou para assumir a secretaria, eu já vendi esse festival, porque ele vem nascendo há muito tempo, ele é a síntese do nosso município, ele traz a nossa agricultura, que é um dos pilares da gestão do Vinícius, que faz com que a nossa gastronomia tenha essa força. Nós temos muitos elementos aqui de comida de verdade, comida plantada aqui, que a gente se orgulha tanto, e fazer um festival com essas características é unir tudo isso que a gente tanto acredita, a cultura nossa da cidade, que vem desde o plantio que começou aqui no início que o município estava se formando, se mostrando como uma das grandes forças, e aí agora vem concretizado com essa força econômica que é a nossa gastronomia, que é tão importante para o nosso turismo, um dos ícones”.

Mais sobre o projeto
A Consultora do Polo Gastronômico, Mara Bastos, destaca a necessidade da organização dos eventos da entidade dentro do calendário, fortalecendo cada um deles. “Todo festival todo mundo sabe como é, um desfile de pratos em que os restaurantes mostram seus talentos, seus dotes culinários, mas o Festival Origens traz alguma coisa a mais que é o protagonismo de Teresópolis como produtor de alimentos. É muito orgulho pra gente saber que Teresópolis , produz 90% das folhosas que vão para o estado, nós temos muitos produtos de origem. Então, o que o festival traz a tona e dar protagonismo para os produtos de Teresópolis e os produtores do território que nós ocupamos com tanto orgulho. Nós estamos em segundo lugar no PIB de maior produtores agrícolas, então isso é muito relevante , e o festival quer mostrar essa história, essa conexão”.

A Reunião Estratégica contou com várias entidades representativas e empresários

Viagem gastronômica
Ainda de acordo com Mara Bastos, os restaurantes já utilizam os produtos locais no portfólio de ingredientes de origem, verduras, queijos, cogumelos, legumes, frutas, mel, temperos, geleias, trutas, carnes, ovos, cervejas, gim e muito mais. Nesse festival os participantes irão se dedicar a produzir os pratos e mostrar no cardápio além dos ingredientes, a origem de quem produz. “Cada vez que a gente sentar a uma mesa durante o festival, a gente vai conhecer um pouco mais do que nós temos aqui plantado, quem plantou, de onde vem aquele produto, então vai ser uma viagem gastronômica”.

Associação Brasileira de Bares e Restaurantes
A Abrasel veio mostrar para a diretoria do Polo como a entidade pode se conectar aos restaurantes de Teresópolis para impulsionar ainda mais os seus negócios. O Diretor Executivo da Abrasel, Higino Viegas, explicou o que é a associação e como funciona. “A Associação Brasileira de Bares e Restaurantes completa 37 anos de serviços. E como o próprio setor diz, servir as pessoas. Servimos os associados que são os proprietários de bares e restaurantes para que eles tenham uma vida melhor, uma produtividade maior, buscando trazer para esse segmento que é o setor que mais emprega por metro quadrado no Brasil, uma qualidade e uma produtividade maior”.
Sobre o apoio ao Festival Origens, “A Abrasel vem para trazer a força dela, o poder de comunicação, de incentivo, de divulgação para todo o estado do Rio de Janeiro, que esse festival vai acontecer aqui em Teresópolis. Estaremos apoiando todos os empresários do setor de bares e restaurantes e divulgando isso ativamente nas nossas redes”, finaliza o Diretor Executivo.

Calendário
O Festival Origens será realizado entre os dias 05 de maio e 03 de junho. Acompanhe pela Diário TV, através do jornal O Diário de Teresópolis, além das redes sociais do Polo Gastronômico @pologastronomicoteresopolis

Edição 13/04/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Receita Federal em Teresópolis fala sobre declaração de IR 2024

“Agroturismo”, um convite para novas descobertas em Teresópolis

Direito do Unifeso é avaliado pelo MEC como 4º melhor do estado do RJ entre 94 universidades públicas e privadas

“Tesouros da Serra” prestigia o Fórum Regional de Turismo

Domingos de abril com promoção no Parc Magique e fazendinha do Le Canton

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE