ASSISTIR AO VIVO

REDES SOCIAIS

INSCREVA-SE NO

Caminhão de coleta em estado precário espalha lixo pelas ruas

Data: 15/05/2019

Caminhão foi flagrado trafegando por várias ruas espalhando o lixo que havia coletado no Bairro São Pedro

A coleta de lixo em Teresópolis definitivamente é um assunto que não é prioridade para o governo municipal, se não bastasse o fato do aterro sanitário estar em situação caótica, o descaso já faz parte da realidade em diversos bairros. Nesta terça-feira, esta situação grave ficou ainda mais escancarada através de um flagrante divulgado nas redes sociais. um caminhão em estado precário foi gravado espalhando lixo pelas ruas do Rosário e Bairro São Pedro e o pior é que era usado  justamente para o serviço público de coleta. 
A utilização de um caminhão caçamba já seria questionável e para piorar ele estava com a parte traseira empenada com uma grande brecha que não segurava o material que estava carregando  e deixava cair a sujeira pelas ruas. A situação foi flagrada por motorista que chegou a discutir com os coletores e divulgou o ocorrido na internet. Nas imagens é possível verificar que o caminhão estava identificado  com adesivo da empresa Inova Ambiental, contratada pela prefeitura para fazer a coleta. 
De acordo com o que se pôde perceber no vídeo, grande parte do lixo foi coletado no bairro do Rosário, o que não adiantou muito porque parte de tudo que era captado era “devolvido” pelo caminhão no meio da rua, espalhando a sujeita e o mau cheiro para outros veículo também passarem por cima. A revolta do motorista foi ainda maior quando um dos funcionários da Inova ambiental teria falado algo que o ofendeu.
O desentendimento aconteceu assim que o caminhão parou em uma rua e simplesmente arreou a caçamba em plena rua e teve início uma discussão quando ele questionou os funcionários da coleta sobre estarem usando um caminhão precário que jogava lixo por toda parte.
Nossa reportagem enviou um questionamento à assessoria de comunicação da prefeitura para obter um posicionamento sobre a utilização de um caminhão sem condições para prestar o serviço, porém como tem ocorrido frente a outros situações em que são flagrados problemas do governo, não recebemos resposta.

Família de Quatis invadiu uma caçamba instalada na Avenida Rotariana em busca de comida

Quatis invadem caçamba
Outro vídeo que também causou grande repercussão nas redes sociais que tem grande relação com os problemas na coleta foi o flagra de quatro quatis terem aproveitado uma caçamba lotada de lixo na Avenida Rotariana, no Soberbo, para se alimentar. Os animais que são muito comuns na mata do Parque Nacional da Serra dos Órgãos (Parnaso). 
O vídeo mostra que os animais sequer se incomodam com a presença de quem está filmam vão revirando todos os sacos de lixo em busca de restos de comida.  Como a coleta não ocorre de forma regular, o material se acumula e já virou um grande atrativo para a família de quatis. 


Denúncia sobre o lixão
No antigo aterro sanitário do Fischer, que chegou a ser interditado no ano passado, novas denúncias alertaram sobre mais irregularidades no local. A prefeitura estaria cedendo o galpão que fica naquele terreno para a empresa terceirizada que faz a coleta utilizar como sede. Desta forma, os funcionários seriam obrigados a trabalhar em um local de risco que não tem a mínima estrutura necessária, como banheiro, vestiário ou até mesmo transporte adequado. 
Para piorar a situação, o manejo inadequado do lixo estaria criando uma “bomba-relógio” no local, em que os trabalhadores temem pela própria segurança já que não é feita a drenagem dos gases que se acumulam debaixo do solo e nem do chorume. O aterro segue funcionando somente por conta de uma decisão liminar da Justiça obtida pela prefeitura.
“A empresa está querendo sair do galpão da antiga Fibri e levar todo mundo para o lixão. Só que aquilo já era pra estar paralisado há muito tempo, está em uma situação precária. Lá não tem banheiro, não tem refeitório, não vai ter lugar para os coletores tomarem banho, um banheiro decente. Fora que lá é uma bomba, está sem o ‘respiro’, já era pra estar interditado há muito tempo”, denunciou o coletor que não quis se identificar, explicando que o lixo está sendo enterrado sem a instalação dos canos para escape do gás.

 

 

Compartilhar:






ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Câmara quer saber origem dos ovos de "ouro" do prefeito

Caixa vai dar desconto de até 90% para clientes com dívidas

Região dos Lagos se recupera de temporal da semana passada

Ministério da Saúde prepara campanha de vacinação contra sarampo

TJ do Rio terá "juízes sem rosto" contra crime organizado

        2742-9977   |   leitor@netdiario.com.br   |  Rua Carmela Dutra, 765 - Agriões Teresópolis/RJ