Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Cassino e hotel Higino está sendo derrubado

Cassino nunca chegou a funcionar, apesar do grande investimento feito

Wanderley Peres

Duas imponentes construções da primeira metade do século passado em Teresópolis, ambas no bairro do Alto, estão indo ao chão: a imponente residência de verão do empresário dono da rede de lojas Natan Joias, na rua Sebastião Lacerda, e o antigo hotel Rizzi, construído 100 anos atrás, em 1924, prédio que virou Hygino Palace Hotel em 1943 e, depois de longo tempo fechado, foi reformado no final dos anos 1990. A expectativa de Jacob Kabarite e Nelson Kabarite, os proprietários do imóvel quando foi dado início ao projeto na década de 1980, era a instalação de um cassino, prédio que chegou a ter parte funcionando como bingo, logo depois também proibido.

A mansão de Natan já está praticamente toda no chão. Peça por peça, tijolo por tijolo, pedra por pedra, tudo foi retirado pelo Tonhão Demolição, material que vem sendo disputado por diversos arquitetos e engenheiros, para reaproveitamento. A quantidade e a qualidade da madeira da construção quase centenária são uma grandeza. Retas a aparelhadas, grossas e compridas, secas e de espécies que nem se encontra mais em loja. Dá pena de ver a destruição, mas é o ciclo das existências, que mais uma delas chegou ao fim, compensando a gente ver que muito pouco da imponente casa vai virar lixo, e sim novas construções. E, no local onde foi o Rizzi Hotel, o Higino Palace Hotel e seria o Cassino Higino, terreno que ainda demora um pouco a ficar livre da enorme construção, devem surgir dois prédios, lojas e estacionamento, pelo que se sabe, o que deverá ser muito bom para a cidade, que cresce, e se desenvolve, quando projetos de bom gosto e utilidade são executados.

Apesar da suntuosa reforma do antigo hotel, que teve os antigos apartamentos preservados e ampliados, foi feita a construção de vários salões de convenções, bares, salas de jogos, jardim de inverno, e até um teatro para trezentas e cinquenta pessoas, além de um restaurante para mais de quinhentas pessoas, o novo Cassino Higino foi ao chão sem nunca receber nenhum hóspede, embora tenha ocorrido no espaço shows, eventos culturais e gastronômicos, chegando a abrigar, em 2001, o Teresópolis Bingo no que seria o centro de convenções do frustrado megaempreendimento.

“O luxuoso imóvel, com mais de 116 metros de frente, ocupava quase um quarteirão inteiro da Avenida Oliveira Botelho, no bairro do Alto, localização muito valorizada comercialmente. São três blocos de edificações dividas em hotelaria principal, estacionamento e centro de convenções e área de lazer. O bloco de hotelaria tem dois pavimentos, onde no primeiro andar fica a parte social com hall de recepção, american bar, grandes salões para eventos, teatro, restaurante, uma enorme cozinha, escritórios, sanitários e serviços diversos. No segundo piso, 63 suítes de variados padrões para atender a variado de público do mais simples ao mais requintado. A área de lazer do hotel cassino que foi ao chão era muito espaçosa. Tinha duas piscinas uma de 25 metros e outra menor destinada às crianças, próximo às piscinas um grande quiosque com churrasqueira”, informou O DIÁRIO em 2021, quando o imóvel foi colocado à venda.

“Há também um espaço onde podem ser instaladas ao menos três quadras esportivas. Em uma edificação de três andares, espaço para estética, fisioterapia, academia, vestiários, enfermaria e área de banho com saunas a vapor e seca, duchas e uma exclusiva ducha escocesa. Ao lado do estacionamento, que comporta dezenas de carros, está o centro de convenções, um espaço de aproximadamente mil metros quadrados onde, como já dissemos, foram realizados eventos e funcionou o Teresópolis Bingo. Em toda edificação, instalações elétricas e hidráulicas invejáveis, que funcionam perfeitamente e que dão autonomia de funcionalidade do hotel por algum tempo sem o fornecimento de concessionárias de água e luz”, concluiu o registro feito em duas matérias, com imagens e vídeos, que podem ser encontradas na internet, em https://www.youtube.com/watch?v=MhRz9G1WVgw

Matéria da Diário TV, apresentando o imóvel em 2021, está disponível no Youtube

Cassinos devem ser liberados no Brasil

Ao tempo em que o prédio do Cassino Hygino está sendo destruído, acabando o sonho de surgimento de um cassino em Teresópolis, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou, no final da semana passada, que deve sancionar o projeto de lei que propõe a legalização de cassinos e jogos de azar, como bingo e jogo do bicho, no Brasil. Observando que não joga, e nem é favorável a jogos, embora não ache que o jogo seja um crime, em entrevista à Rádio Meio Norte, em Teresina, no Piauí, o presidente disse que, se o texto for aprovado no Congresso, com acordo entre os partidos políticos, “não tem porque não sancionar”.

Em 2021, O Diário visitou o espetacular e histórico imóvel que tinha até um teatro – Arquivo

Na semana passada, a Comissão de Constituição e Justiça do Senado aprovou, por 14 a 12 votos, relatório sobre o Projeto de Lei 2.234/2022, que seguiu da Câmara dos Deputados, onde foi aprovado, e tramita no Senado desde 2022. A proposta prevê a permissão para a instalação de cassinos em polos turísticos ou em complexos integrados de lazer, como hotéis de alto padrão (com pelo menos 100 quartos), restaurantes, bares e locais para reuniões e eventos culturais. O texto propõe ainda a possível emissão de uma licença para um cassino em cada estado e no Distrito Federal. Alguns estados teriam exceção, como São Paulo, que poderia ter até três cassinos, e Minas Gerais, Rio de Janeiro, Amazonas e Pará, com até dois cada um, sob a justificativa do tamanho da população ou do território.

A exploração de jogos de azar no Brasil é proibida desde 1946. Parlamentares contrários ao projeto argumentam sobre o aumento do vício em jogos e a criação de um ambiente favorável à prostituição, ao consumo de drogas e máfia.

“Houve um tempo em que esse discurso sobre jogos de azar tinha alguma verdade. De todos os jogos que acontecem, eu sempre achei que o jogo do bicho era o jogo que mais distribuía a dinheiro, porque o cara ganha R$ 50, R$ 40, R$ 30. Isso é considerado contravenção, é proibido. Jogar baralho, jogar poker, apostar dinheiro é proibido, fazer cassino é proibido. Mas é jogatina que você tem hoje na televisão, no esporte? Criança com celular na mão, fazendo aposta o dia inteiro. Quem é que segura isso?”, questionou.

Como era o hotel, cassino e o bingo. Fotos do arquivo do jornal O Diário de Teresópolis:

DIÁRIO MULTIMÍDA – Direitos autorais, não é permitido reproduzir parte do texto ou imagens, mesmo com crédito

Edição 25/07/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Mais dois flagrantes de corte irregular de árvores em Teresópolis

ATÉ DÍVIDA DE R$ 1: Prefeitura de Teresópolis notifica e divulga lista com 210 contribuintes

Transporte escolar: renovação do alvará até o dia 31

Onça-parda e Jaguatirica “gigante” flagrados em trilhas do Parque dos Três Picos

Estácio Teresópolis disponibiliza vagas para o ProUni

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE