Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Escola de Belas Artes da UFRJ com exposição em Teresópolis

Com entrada franca, “Kaleidoscópio” será montada no Centro Cultural Feso Pro Arte

A Escola de Belas Artes (EBA) da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) traz para Teresópolis a IX Bienal Itinerante, com entrada gratuita e aberta para todas as idades. A exposição veio para a cidade a convite da Pro Arte e ficará montada no Centro Cultural Feso Pro Arte, no bairro do Alto, na Rua Gonçalo de Castro, 85, até o dia 29 de junho. A mostra tem como tema “Kaleidoscópio”, que é a junção de termos gregos. A palavra kallós (belo), eidos (imagem) e skopeo (olhar, observar), em português quer dizer “ver belas imagens”. Criada em 2021 para fomentar e levar cultura a todos, a exposição é formada por trabalhos artísticos dos acadêmicos de graduação e pós-graduação da UFRJ. Ao todo, cinquenta e quatro artistas estão participando.

A abertura será realizada no dia 26 de abril, às 18h, na Pro Arte. A partir de 27 de abril vai estar aberto ao público, das 10h às 18h. Foto: Feso


A estudante do sétimo período de Artes Cênicas com habilitação em Cenografia da UFRJ, Marcele Lins, também está envolvida na construção do espaço da Mostra. Ela lembra que no período de pandemia não pôde viver as práticas e conta que agora está aproveitando as oportunidades. “É uma experiência nova para mim, porque no começo do curso eu não tive esse contato com a parte prática, mas está sendo uma experiência muito enriquecedora. Eu aprendi muita coisa, na prática que a gente aprende”, disse.
A abertura será realizada no dia 26 de abril, às 18h, na Pro Arte. A partir de 27 de abril vai estar aberto ao público, das 10h às 18h. A retirada do ingresso gratuito pode ser feita pelo portal, basta preencher os dados necessários e receber o ingresso pelo e-mail. “Cada artista faz sua interpretação. Temos fotos, gravuras, pinturas, instalações, temos diversas linguagens que compõem a nossa exposição.

A estudante do sétimo período de Artes Cênicas com habilitação em Cenografia da UFRJ, Marcele Lins, também está envolvida na construção do espaço da Mostra. Foto: Feso

Normalmente a pessoa se surpreende porque as obras são diversas. Nessa edição nós estamos voltando a linguagem de pintura que estava um pouco distante nas outras edições. Eu acredito que todo mundo se vê em alguma obra. As pessoas vão se reconhecer aqui”, contou Cecilia Ribeiro, produtora da Bienal. “As obras são impactantes, têm muitas obras interativas, divertidas. Então venham, porque a exposição está incrível”, disse a estudante empolgada.


Tags

Compartilhe:

Edição 21/05/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Seleção Sub-20 em Teresópolis no próximo dia 03

Selo “Amigo Pet” para bares e restaurantes é criado

Zerada a tarifa de importação para garantir abastecimento de arroz

PM apreende 11 motos em situação irregular no trânsito

Mesmo quem já pagou o IPVA deste ano terá de quitar as duas taxas do CRLV-e

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE