Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

“Feirarte vai ficar muito melhor para todo mundo”, diz secretária de Turismo

Elizabeth Mazzi explica andamento das obras e situações reclamadas por alguns feirantes

Luiz Bandeira

Nesta terça-feira, 14, depois da repercussão causada pela matéria divulgada pelo jornal O Diário e Diário TV, que trouxe à tona as dificuldades pelas as quais expositores da Feirarte afirmam enfrentar, muito por conta da obra de reformulação que já nessa primeira fase vem ultrapassando todos os prazos estipulados antes do início dos trabalhos da construtora contratada pelo governo do estado através da Emop, a secretária municipal de Turismo, Elizabeth Mazzi, fez questão de justificar os atrasos e rebater críticas quanto às instalações provisórias na área de alimentação. Beth Mazzi garantiu que o “boulevard” receberá melhorias para minimizar o desconforto dos feirantes. “É difícil demais você sincronizar um calendário de uma Emop – Empresa de Obras Públicas do Estado do Rio de Janeiro – com as compras necessárias pra atender as necessidades da obra. A vinda pra cá não foi exatamente quando a gente esperava e quando veio nós precisamos adquirir essas tendas. A gente inicialmente pensou em utilizar aquelas tendas dos expositores, porque é um equipamento que eles colocaram e eles iam trazer pra cá e fazer da mesma forma, só que não deu certo, a condição do material não estava boa, nós resolvemos então trazer essas tendas e o prefeito pediu o envolvimento de todas as secretarias, então esse boulevard não está como tem que ficar, como o prefeito quer que fique, como é o nosso planejamento pra troca momentânea, temporária da área de alimentação pra cá”, pontuou.

Módulos 3 e 4 estão há quase 10 meses em obras e na imagem aérea a impressão que se tem é que ainda há muito o que ser feito


A secretária disse também, em relação a essa situação, que quem não fechou as janelas teve problemas. “Houve uma chuva muito forte, quem deixou a janela aberta, que é uma janela basculante, teve um problema sério, quem fechou já sentiu menos, foi uma chuva muito forte no final da tarde de domingo, no final do expediente, mas os relatos são de que o faturamento foi muito acima do esperado. A gente está fazendo o possível, mostrando que a Feira está viva e a consideração que o prefeito e todo o turismo têm com o patrimônio de turismo de compras que é a nossa Feirarte”.

Secretária municipal de Turismo rebate críticas e afirma que a parte mais crítica da reforma está perto de ser concluída

Início das obras
Poucos dias antes do aniversário da cidade, no dia 04 de julho de 2022, o Assessor Especial do Governo do Estado, Alex Castellar estimou em 180 dias para a conclusão da obra em toda a Feirinha, prazo já há muito ultrapassado. “São R$ 12,9 milhões de investimentos aqui, vai ter uma reforma completa em mais ou menos 180 dias, eu estou falando aí de seis meses, acreditamos que entre dezembro e janeiro a gente está entregando esta obra e eu acho que é um momento histórico pra nossa cidade”, estimou Castellar. Porém a secretária de Turismo afirmou que na verdade esse prazo nunca foi considerado. “60 dias até foi um erro de informação que nunca houve. O certo seria 90 dias por quadrante. Uma obra faseada é muito difícil e quando essa obra faseada teve que acompanhar também com outros órgãos, por exemplo, como a Enel, com a retirada da rede e postes, tratar da galeria, descobrir realmente o que tinha de pedra embaixo e isso não deu certo e dividir a obra foi complicado, foi um desafio ainda maior do que o esperado”, reavaliou Beth Mazzi.

Uma feira melhor
Segundo Beth os maiores desafios estão sendo vencidos agora, porém em breve, tudo ficará melhor para todos. “Agora já se encontrou a galeria, tem as questões da ligação elétrica, que vai ser subterrânea e que vai deixar a obra toda muito bonita, mas o grande desafio é esse e a área de alimentação nova, que tem uma grande construção, que vai ter todo um equipamento, assim como vocês estão vendo, o nosso banheiro, que já foi entregue pro Carnaval, é aquele padrão. Isso tudo vai ser entregue a quem está agora num container provisório”, anunciou a secretária de Turismo.
Elizabeth Mazzi projetou a nova área de alimentação, próxima fase da obra. “Para próxima fase da obra, essas questões todas já foram resolvidas e essa parte superior tem só piso, paisagismo, toda a construção de jardins, mas não tem como nós temos lá, um mercado orgânico, um parque, não tem toda a construção nova, porque ao invés dessas tendas existentes lá nós teremos duas construções, duas coberturas de alvenaria, com telhado pra receber as pessoas que forem se alimentar. Esse é o grande ‘x’ da obra, é a parte que vai demandar mais tempo. Então todas essas conquistas desse período serão trazidas pra cá pra gente contar com uma celeridade muito maior”.

O “boulervard” é alvo de críticas e expositores relatam prejuízos devido as infiltrações nas instalação provisórias. Secretária afirma que “quem teve cuidado de fechar janelas durante a chuva forte não sofreu tanto”

Reclamações
Beth Mazzi disse que quem tiver sugestões e reclamações sobre a Feirinha do Alto pode recorrer a uma comissão formada por expositores promovida pelo governo municipal após eleição entre feirantes. “O prefeito instituiu uma comissão com um representante que foi votado por cada setor, ele abriu uma reunião no auditório, trouxe todos, absolutamente todos, sem nenhum tipo de filtro. Todos aqueles que quiseram falar, foram lá no auditório, o prefeito ouviu todas as dúvidas, nós estamos com a secretaria sempre aberta, a coordenadora da Feira está aqui, eu pra falar a verdade tenho morado aqui nessas últimas três semanas, por conta dessa transição, então estou aqui direto. O prefeito fez questão que essa comissão fosse criada e elas estão vindo a reuniões pra acompanhar o cronograma e cada passo da obra e a Emop e a construtora escutam quais as dores, quais as dificuldades, quais as necessidades, ou seja, na comissão ou na secretaria, com a nossa coordenadora estamos todos abertos pra atender da melhor forma e passarmos por essa fase de obra de uma forma mais tranquila possível”, destacou a secretária de Turismo.

Edição 19/04/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Homem é preso com quatro armas e munições em Teresópolis

Governador Cláudio Castro nomeia novo secretário de Polícia Militar

Agendamento online para passaportes está indisponível temporariamente

Polícia Civil conclui inquérito e indicia por tráfico mulher que deu balas com droga para camareira de hotel em Teresópolis

Prefeitura de Teresópolis confirma data do leilão de veículos apreendidos

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE