Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

HIV/Aids: Teresópolis registra, em média, dois novos casos por mês

Desde 1989, quando dados começaram a ser contabilizados, foram 891 notificações

Isla Gomes

Dezembro é o mês dedicado à conscientização e prevenção da Aids, consequência do HIV, um vírus sexualmente transmissível que acomete o sistema imunológico das pessoas, possibilitando a identificação de vários tipos de Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST). A Campanha Dezembro Vermelho é voltada a conscientização sobre a doença e tem como principal objetivo alertar e conscientizar a população sobre a importância da prevenção, do diagnóstico precoce e do combate ao estigma em relação às pessoas que vivem com o vírus. Desde o primeiro caso da doença no município de Teresópolis até o ano atual, foram registrados 891 casos de pessoas vivendo com a Aids, um número razoavelmente baixo considerando o último censo populacional do IBGE de 2022 que mostra que 165 mil indivíduos vivem na cidade. Em 2013, foram 13 notificações até o mês de junho, sendo assim uma média de dois casos novos mensalmente no município – também de acordo com informações do Ministério da Saúde.


Para compreender melhor a situação no município, a equipe da Diário TV e do jornal O Diário esteve na secretaria de Saúde, no setor de Divisão de Vigilância Epidemiológica. A doutora Edneia Martuchelli ressaltou alguns dados pertinentes em relação às estatísticas. “Em Teresópolis temos uma mortalidade baixa por Aids e uma boa taxa de detecção, esses dados do Ministério da Saúde que orientam o trabalho que a gente desenvolve no município. O primeiro caso em Teresópolis foi em 1989, a partir daí tivemos um acumulado de 891 casos de Aids no município. Esses casos tem uma distribuição hoje que é muito semelhante entre homens e mulheres, então não temos mais aquela estatística alta de homens gays, trans ou homossexuais, a verdade é que este estigma não existe mais, ou seja, todos nós que temos atividade sexual ou que recebemos uma transfusão de sangue temos o risco de vir a ter Aids”, explica a médica sanitarista e infectologista Edneia Martuchelli.

Prevenção
Dra. Edneia pontua as medidas que podem ser tomadas para evitar a infecção. “O sexo é basicamente o que a gente tem como preponderante de causa e nós sempre discutimos o seguinte, não é só ter sexo seguro e sim ter acesso a todas as informações fundamentais. É crucial associar a camisinha com outras práticas seguras, como ter parceiros testados. Temos disponível na Vigilância Epidemiológica no departamento de saúde cognitiva a PrEP, que é a Profilaxia para o HIV/AIDS, então há medicamento oral e a gente está aguardando a liberação do medicamento injetável, mas temos o medicamento oral que previne em quase 100% que aconteça a infecção”, esclarece.

Tratamento
O diagnóstico precoce é fundamental para o início do tratamento e para a qualidade de vida do portador. “Os pacientes que vivem com HIV e se tratam regularmente tem carga viral negativa, que a gente chama de PCR indetectável, na medica em que ele é indetectável ele fica intransmissível também, ou seja, é quase impossível essa pessoa transmitir a Aids para outra pessoa pelo sexo. O tratamento desse pacientes é feito aqui na DVE com todo suporte necessário. É importante que a testagem seja feira periodicamente e o acesso a esses testes rápidos estão disponíveis em toda a rede municipal”, frisa.

Detalhes
Ela salientou que os métodos de prevenção são disponibilizados de forma fácil e dinâmica, para dar todo suporte aos indivíduos. “Quem faz PrEP não pode deixar de usar camisinha, a PrEP é ofertada aqui na Divisão de Vigilância Epidemiológica as terças e quinta, temos um número de Whatsapp sigiloso para a pessoa solicitar consultas. Vale ressaltar que nas unidades são distribuídos preservativos de forma gratuita, para fomentar a importância da proteção”, conclui.
Ajuda e prevenção
Endereço da DVE: Rua Júlio Rosa, 423 – nos fundos da Secretaria Municipal de Saúde. Whatsapp: (21) 2742-9883.

Edição 24/02/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Viação Teresópolis atualiza tabela divulgada pelo Detro e informa novos valores

MEIs: Contadora explica aumento no valor da contribuição previdenciária

Paróquia Santa Rita de Cássia celebra 25 anos de criação da diocese

Automedicação em casos de dengue pode até agravar complicações da doença

Sine divulga 147 vagas de emprego em Teresópolis

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE