Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Pedra da Tartaruga recebe “Abertura da Temporada de Montanhismo” em Teresópolis

Gerenciamento de riscos sobre atividades outdoor, feiras e exposição no Parque Municipal Montanhas de Teresópolis

Adeptos de atividades de aventura participaram neste domingo, 19, de vivências orientadas para a prática segura de esportes outdoor. O palco foi o Núcleo Pedra da Tartaruga do Parque Natural Municipal Montanhas de Teresópolis, na Granja Florestal. As ações integraram a programação de abertura da Temporada de Montanhas de Teresópolis 2022, realizada pela Prefeitura dentro da “Estação Aventura” do calendário de eventos do município. “Todas as atividades do Parque Municipal, tanto no Núcleo Pedra da Tartaruga, na área urbana, como em Santa Rita, na zona rural, são organizadas e monitoradas com foco na segurança, na responsabilidade e na ética dos seus praticantes, iniciantes ou experientes. E a atenção redobra durante a temporada de montanhismo, com a assinatura de termo de responsabilidade para a prática dos esportes radicais. Caminhadas, camping e observação de pássaros são outras atrações abertas ao público. Venham conhecer nossa unidade de conservação, a entrada é gratuita”, convida Flávio Castro, secretário municipal de Meio Ambiente.

Exposição ao ar livre “Fauna de Montanha” também foi destaque no domingo


A simulação orientada sobre a prática segura de rapel foi feita na Pedra da Tartaruga. Os subtenentes Márcio Fragoso e Alexandre dos Anjos, do 16º Grupamento de Bombeiro Militar, e o instrutor Rennan Mendes, da empresa Climb Center, especializada em atividades de escalada, coordenaram a ação Gerenciamento de Riscos em Atividades Verticais.
O Subtenente Alexandre alertou que atividades de montanha envolvem riscos e que os iniciantes devem buscar conhecimento técnico para a prática segura do esporte. O Subtenente Fragoso destacou a importância da conscientização dos adeptos sobre o uso dos equipamentos adequados e dos procedimentos básicos de segurança, para que tenham noção quando contratarem serviços especializados. “As atividades outdoor e a vivência com a natureza tiveram um despertar muito forte após o período de isolamento social por conta da pandemia, com muitas pessoas buscando a prática de rapel, de trilhas e atividades de montanha. Com isso, estamos instruindo cada vez mais os adeptos sobre questões de segurança. A escalada e o rapel estão liberados na Pedra da Tartaruga, que tem um Campo Escola bem equipado, com todas as ancoragens para o rapel comercial e por diversão”, comentou o instrutor Rennan Mendes, acompanhado da educadora física Paula Mendes.

Na corda
A professora Désirée Moreira curtiu a sua primeira experiência de rapel em montanha. “Sou curiosa, gosto desse contato com a natureza e de aprender coisas novas. Só vim porque a atividade teve a orientação de profissionais experientes”, comentou.
Morando em Teresópolis desde dezembro, o professor Eduardo Alboretti aproveitou a aventura. “Muito bom ter a oportunidade de fazer essa atividade em Teresópolis, um lugar muito bonito e voltado pra esse esporte. Eu me senti muito seguro e gostaria de participar outras vezes”, disse Eduardo.
O veterinário e apicultor Gabriel Bobany de Queiroz já tinha feito rapel na Pedra da Tartaruga há mais de 15 anos, quando era do Grupo de Escoteiros. “Mas foi como se fosse minha primeira vez”, brincou. “Foi uma atividade bem bacana pra conscientizar sobre os riscos da atividade e também pra divulgar o Parque Municipal e o pessoal vir conhecer a Pedra da Tartaruga. Tem muita montanha bonita pra conhecer”, concluiu.

Instrutores e participantes da simulação orientada sobre a prática segura de rapel

Escalada, exposição e artesanato
A programação contou ainda com a Via Ferrata Guiada, um itinerário preparado em paredes rochosas de montanha e orientada pelo Centro Excursionista Teresopolitano (CET), clube homologado pela Federação de Esportes de Montanha do Estado do Rio de Janeiro (FEMERJ). O público também visitou as exposições “Montanhas de Teresópolis” e “Fauna de Montanha” (ao ar livre), além da exposição e venda do livro “As Aventuras de Catãozinho”, de Leandro Moura. As irmãs Isabella Fagundes e Gabrielle Fagundes, do Sítio Sol Nascente Produtos Orgânicos participaram com artigos de artesanato, souvenirs e lanches orgânicos. “Muito bom ter um parque municipal que nos proporciona a oportunidade de divulgar nosso trabalho e a produção do nosso sítio”, agradeceu Isabella.

Descida de paredão orientada por instrutor foi uma das atrações do evento

Com acesso pelo bairro Granja Florestal, o Núcleo Pedra da Tartaruga do Parque Natural Municipal Montanhas de Teresópolis tem trilhas para caminhada, área de camping e campo escola de escalada. Funciona de terça-feira a domingo, das 8h às 17h, com entrada franca. Localizada na Estrada de Santa Rita, 9.000, no 2º Distrito, a sede Santa Rita do Parque Municipal tem áreas para caminhada e trilha, lazer ao ar livre e observação de pássaros. A visitação acontece de segunda a domingo, das 8h às 17h, com entrada franca.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email
Edição 02/07/2022
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Notícias falsas nas eleições de 2020 preocupam especialistas

Policial de férias prende acusado de tráfico na entrada da cidade

Magalu vai abrir loja em Teresópolis e inicia processo de contratação

Veículo abandonado em via pública é incendiado

Câmara aprova representação contra o prefeito de Teresópolis