Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Policial de Teresópolis recebe homenagem da PCERJ

Ronaldo Jacques está lotado na CORE e contribui com GCM de Teresópolis

Esta semana o policial civil Ronaldo Jacques, lotado na CORE, Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais da corporação, foi homenageado com o diploma de mérito Flávio Molina, considerado um dos heróis da PCERJ. O prêmio simboliza heroísmo, abnegação e altruísmo. “Ter 40 anos de polícia e ainda estar na atividade é um presente de Deus. Pertencer a CORE, que é uma unidade de referência em operações especiais, é um privilegio. Receber desta unidade um diploma que leva o nome do saudoso Flavio Molin é uma honra. Ser chamado de irmão por homens de coragem e de honra, que arriscam suas vidas diariamente em defesa da liberdade e da ordem é um orgulho”, conta Ronaldo, que atua como especialista em explosivos e também treinando os cães farejadores da PCERJ, fundamentais em diversas ações da corporação.
Além disso, tal experiência tem sido empregada em Teresópolis há mais de uma década, desde que Ronaldo Jacques começou a treinar profissionais e cães da guarnição K9, da Guarda Civil Municipal. Esse grupamento tem sido utilizado em apoio às Polícias Militar e Civil em Teresópolis para encontrar cargas de drogas enterradas em locais de difícil acesso, com operações de sucesso em bairros como Quinta-Lebrão, Fonte Santa, Rosário, Perpétuo e Pimentel. A guarnição especial da GCM tem se destacado de tal maneira que, recentemente, equipe da prefeitura de Rio das Ostras esteve no município para conhecer mais sobre o projeto. Posteriormente, uma cadela farejadora foi doada para a cidade da Região dos Lagos.

Grupamento premiado
Em junho passado, a equipe da 1ª Companhia de Operações com Cães da Guarda Civil Municipal (GCM) se destacou no III Encontro de Unidades K9 de Teresópolis. Durante o evento de aperfeiçoamento de conhecimentos e de troca de experiências, instrutores acompanharam cães treinados em provas de intervenção e de detecção de armas e de materiais entorpecentes e explosivos, na sede da Associação dos Servidores do Banco Central, no bairro Carlos Guinle. A 1ª Cia de Operações com Cães da GCM de Teresópolis conquistou o 1º lugar na prova de detecção, com os agentes Gustavo Passos e Alessandra da Graça e o cão DJ, e 2º lugar com os agentes Robson e Rezende e a cadela Sheron. O 3º lugar ficou com a equipe da Polícia Penal de Minas Gerais. Nas provas de intervenção, os agentes Átila e Felipe Loures, de Teresópolis, conquistaram o 2º lugar com o cão Apolo. O 1º lugar foi do agente Júlio Cesar, da Core/PCERJ, com o cão Mali, e a 3ª colocação ficou com os agentes Vargas e Senra, do Ceresp-MG, com o cão Nitro Saint Jacques.
“A GCM possui 12 cães e realiza um trabalho sério e comprometido de treinamento. Tanto que a 1ª Cia de Operações com Cães é cada vez mais solicitada pelas forças de segurança para apoio nas ações conjuntas de intervenção e detecção de drogas e armas e em busca e resgates de pessoas, sempre com ótimos resultados”, assinalou o subsecretário de Segurança, Gil Wellington, que é comandante da Guarda Civil Municipal de Teresópolis.

Compartilhe:

Edição 20/04/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Mesmo quem já pagou o IPVA deste ano terá de quitar as duas taxas do CRLV-e

OAB esclarece sobre o abuso do aumento da conta mínima comercial de água

Feriado de São Jorge com promoção no Parc Magique do Le Canton

Rodovias federais terão pontos de descanso para motoristas

Três flagrados com cocaína e maconha no Meudon

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE