Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Projeto “Sopa Popular” começa a funcionar na segunda-feira

Secretaria de Desenvolvimento Social realiza trabalho para garantir segurança alimentar da população carente

Luiz Bandeira

A Prefeitura de Teresópolis, através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, lançou esta semana o projeto “Sopa Popular”, que distribuirá de forma totalmente gratuita refeições para a população vulnerável durante o período de Inverno, no Ginásio Poliesportivo Pedro Rage Jahara, o Pedrão. Com objetivo de diminuir a insegurança alimentar entre as pessoas mais vulneráveis e criar uma grande rede de solidariedade no município, que envolva a gestão municipal, sociedade civil e empresas privadas, o projeto visa combater a avanço do agravamento da fome. A intenção é complementar o trabalho já realizado na parte da manhã pelo Café Popular.
Nesta quarta-feira, 22, a equipe do jornal O Diário e Diário TV esteve no Ginásio Pedrão para conhecer melhor o projeto, em uma conversa com o secretário de Desenvolvimento Social, Valdeck Amaral. O secretário começou a entrevista mencionando estudos que apontam o tamanho do problema de desnutrição na população. “As estatísticas demonstram que nós temos uma grande população, muitas pessoas passando fome, muitas pessoas que estão numa insegurança alimentar muito grande e uma preocupação muito grande da gestão Vinicius Claussen, do nosso prefeito é exatamente que acolhêssemos essas pessoas e de uma forma tranquila, de uma forma eficiente, eficaz nós pudéssemos atendê-los e a ideia surgiu para que nós pudéssemos fazer nesse período de inverno principalmente, uma sopa, um sopão feito de forma muito consistente tendo proteína, temos verduras, legumes da própria agricultura familiar de Teresópolis, que está sendo prestigiada nisso e a gente trazendo esses produtos, fazendo essa sopa pra que as pessoas que estão em vulnerabilidade, seja a população em situação de rua, sejam famílias que estejam passando necessidade possam ter acesso a esse alimento de forma bem nutritiva”, prevê Valdeck.
Paralelo à distribuição da sopa, a equipe da Secretaria de Desenvolvimento Social vai aproveitar para conhecer as famílias e pessoas em situação de vulnerabilidade social, entender suas demandas e encontrar soluções que possam ajudar a essas pessoas a sair dessa situação. “No momento que a equipe de abordagem do CREA identificar famílias, identificar pessoas que estão em situação de vulnerabilidade, que precisam de apoio, serão trazidas aqui, serão convidadas a vir aqui e nesse mecanismo, nessa integração, nesse relacionamento iniciamos um processo de acompanhamento, acolhimento, pra quê a gente possa monitorar todo o processo de melhoria dessa família e que a gente tenha na verdade uma melhoria na qualidade de vida de toda a população em vulnerabilidade”, explica.

Secretaria de Desenvolvimento Social realiza trabalho para garantir segurança alimentar da população carente
Servidores já trabalham no processamento dos alimentos provenientes da agricultura familiar, além dos adquiridos de outros fornecedores pela prefeituraFoto: Luiz Bandeira

Apoio da população
O secretário disse ainda que é importante o envolvimento da sociedade teresopolitana no combate à desnutrição da população carente. “A gente está aberto para doações de produtos que muitas das vezes não têm em Teresópolis, mas que a gente recebe as doações que possam vir, inclusive voluntários também que queiram nos ajudar nessa distribuição. Há uma preocupação dessa integração do governo com a população, que possam nos ajudar e juntos a gente possa combater esse alto índice de fome, de insegurança alimentar que a população vive”, resume o secretário.
O cardápio oferecido será sempre de sopa, porém todo o processo será elaborado por um profissional de nutrição. “Nós teremos a nutrição com a nutricionista da secretaria de educação que está nos ajudando, vai elaborar todo o cardápio, vai elaborar todos os processos, vai acompanhar também os estagiários da faculdade de nutricionismo que vai nos ajudar para que a gente possa fazer um trabalho coerente, um trabalho eficaz”, afirma Valdeck.
O projeto terá início na próxima segunda-feira, 27, com previsão de duração de 90 dias, e a distribuição acontecerá sempre na parte da noite, nas dependências do Café Popular, no Ginásio Poliesportivo Pedro Jahara, o Pedrão. “Por enquanto nós estaremos fornecendo de segunda à sexta-feira, das 19h às 21h30, por causa de questão de horário aqui do ginásio Pedrão que funciona até às 22h. A nossa ideia é fazer com que logo em breve a gente possa intensificar esse horário, estender esse atendimento para que mais pessoas, mais famílias possam ser atendidas aqui”, projeta Amaral.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email
Edição 25/06/2022
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Notícias falsas nas eleições de 2020 preocupam especialistas

Policial de férias prende acusado de tráfico na entrada da cidade

Magalu vai abrir loja em Teresópolis e inicia processo de contratação

Câmara aprova representação contra o prefeito de Teresópolis

Veículo abandonado em via pública é incendiado