Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Região vai ganhar mais três pedágios em breve

Caminho muito usado para chegar às praias é um dos locais onde cobrança de tarifa está em discussão

Luiz Bandeira

De acordo com o cronograma previsto para a concessão de rodovias que compõem o Eixo Noroeste do estado do Rio de Janeiro, está em discussão a instalação de praças de pedágio nos municípios de Bom Jesus do Itabapoana, Santo Antônio de Pádua, Cantagalo e Guapimirim. Os lotes de concessão foram divididos em três grupos, com aproximadamente 200 quilômetros cada, com previsão de tarifa base no valor de R$ 4,41. Entre os locais em discussão, o que mais interessa aos teresopolitanos é a RJ-122, estrada que serve como rota alternativa aos motoristas que querem acessar a BR-101 em direção as praias da Região dos Lagos e também para quem busca evitar engarrafamentos da Ponte Rio-Niterói e Niterói-Manilha.
O trecho que será privatizado é o que tem início no entroncamento com a rodovia BR-116, a Rio-Teresópolis, no bairro de Parada Modelo, Guapimirim, ao bairro Setenta, em Cachoeiras de Macacu, principal via de acesso para a região de Subaio. A rodovia possui um intenso tráfego de caminhões e grande número de propriedades rurais na região. Em 2011, o Departamento Estadual de Estradas de Rodagem (DER-RJ) reformou os 36 quilômetros da rodovia com asfalto ecológico, utilizando 54 mil toneladas de pó de borracha provenientes de 200 mil pneus reciclados.
De acordo com o processo, o trecho rodoviário em questão – todo o Eixo Noroeste – passa pelos municípios de Guapimirim, Cachoeiras de Macacu, Carmo, Cantagalo, Cordeiro, Bom Jesus de Itabapoana, Itaperuna, São João de Ubá e Santo Antônio de Pádua. O Lote 1 demandará investimentos de mais de R$ 1 bilhão. O edital foi publicado no dia 11 de abril de 2018 com o objetivo de elaborar estudos técnicos para a implementação de concessão de rodovias estaduais.

População contra a cobrança
Segundo manifestação de servidores do município de Guapimirim nas redes sociais, após realização de audiência pública na quinta-feira (16), todos os representantes da administração municipal estão contra o pedágio, inclusive secretários e vereadores. Porém o processo de implantação de pedágio em rodovias estaduais é uma iniciativa do governo do estado e o município não tem gerência sobre essa questão.

 

Tags

Compartilhe:

Edição 23/05/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

TRE-RJ absolve Cláudio Castro e mantém mandato de governador do Rio

Polícia procura corpo de Anic em sítio que Lourival pesquisou na internet

Saúde: mãe denuncia dificuldade para internação de criança em Teresópolis

“RJ para Todos” faz quase 400 atendimentos na Barra do Imbuí

Vasco da Gama enfrenta o Náutico em Teresópolis

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE