Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Teresópolis: Duas armas apreendidas, um homem assassinado e caso de estupro de vulnerável

Polícia encontra arma utilizada em homicídio e também prende pai acusado de abusar da própria filha no fim de semana

Luiz Bandeira

O plantão policial da 110ª DP foi muito movimentado neste fim de semana, quando três ocorrências chamaram a atenção pela violência e também pela resposta imediata da polícia. As ações dos agentes de segurança resultaram em duas armas apreendidas, três suspeitos de participação em um homicídio presos e um homem acusado de estupro de vulnerável também preso.
Na madrugada desta segunda-feira, 28, a PM foi acionada para verificar uma denúncia de lesão corporal sofrida por uma mulher moradora de Albuquerque. Chegando ao local, no quilômetro 06 da RJ-130, os agentes foram informados que a suposta vítima de violência doméstica havia sido levada pelo companheiro, suposto autor da violência, para receber atendimento médico na UPA 24h. Após atendimento a mulher foi abordada pelos policiais e indagada sobre o ferimento que apresentava no supercílio esquerdo. Ela contou uma versão de que sofreu acidente doméstico causado pelo seu cão. Ela não denunciou o companheiro como autor do ferimento, porém informou aos policiais que temia pela sua vida, já que o companheiro costumava portar arma. Imediatamente a polícia fez uma busca no carro desse homem, porém nada de ilícito foi encontrado. Ainda temendo ser revitimizada, a mulher permitiu que policiais revistassem a sua casa, informando que seu pai, já falecido, era atirador, guardava armas em casa, porém a mulher não sabia dizer onde. Os agentes revistaram a casa, quando foi encontrado um revólver Taurus calibre 38 mais 17 munições. A arma foi entregue de forma voluntária pela mulher aos policiais tendo em vista o temor dela em sofrer violência. Posteriormente a PM conduziu a arma para 110ª DP onde permaneceu apreendida.

Rapaz foi assassinado em saída de evento em Mottas. Homens suspeitos de participação no crime foram encontrados com um revólver 38


Por volta das 14h30 de domingo, atendendo denúncia de estupro de vulnerável, passada através do telefone de emergência 190, a PM fez contato com a vítima e sua mãe. Após ouvir os relados de ambas, a guarnição partiu em busca do autor, encontrado deitado em um colchão no chão da sua residência. Ao ser indagado sobre o fato o mesmo disse que teria chamado sua filha para ir até sua casa e que lá ele apenas a beijou e abraçou. Segundo relato da vítima, o acusado, que é seu pai, ligou pra ela pedindo ajuda, pois estava passando mal. Ela disse que ao chegar lá o pai tentou beija-la e passou a mão em suas partes íntimas. A menina fugiu quando teve oportunidade. O homem ainda mandou mensagem para a filha pedindo para não falar nada com ninguém. Com os relatos da vítima, de sua mãe e com a denuncia formalizada, a polícia encaminhou o acusado de estupro de vulnerável para interrogatório na 104ª DP, onde havia plantão de autoridade policial, e posteriormente o conduziu à 110 DP, onde ele irá ficar custodiado. Vale ressaltar que também existe uma medida protetiva em desfavor do mesmo em relação à ex-companheira.
Na madrugada de sábado, 23, policiais do 30º Batalhão, em patrulha pela localidade de Mottas, no Terceiro Distrito, se mantiveram baseados próximos a um comércio bastante conhecido na região, enquanto acontecia um evento no local. Logo depois que a guarnição voltou a patrulhar a localidade, a polícia foi informada por populares de um assassinato ocorrido na porta do tal evento. Foram passadas aos policiais as características dos autores e do carro em que eles fugiram. Os agentes fizeram buscas na região e encontraram o carro e três homens, apontados como autores do assassinato, quando eles tentavam esconder a chave do carro e um telefone celular. Após revista no carro foi encontrada a arma do crime, um revólver calibre 38. Um dos homens acusados de participação no homicídio confessou ser dono da arma. A PM conduziu os acusados e a arma para a 110ª DP, onde eles permaneceram presos. Após o trabalho de peritos do Instituto de Criminalística Carlos Éboli, o corpo da vítima, Vitor Dias da Rosa de 27 anos, foi removido para o IML e a Polícia Civil assumiu as investigações.


Compartilhe:

Edição 24/02/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Conta de água comercial com 100% de aumento ainda sem solução

MEIs: Contadora explica aumento no valor da contribuição previdenciária

Ação conjunta prende homicida em Itaipava

Viação Teresópolis atualiza tabela divulgada pelo Detro e informa novos valores

Jacarandá, um lugar para visitar em qualquer estação do ano

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE