Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Trilha Suspensa, um caminho para admirar a Mata Atlântica

Atrativo da sede Teresópolis do PARNASO permite admirar a copa das árvores, com acesso também para cadeirantes

Marcello Medeiros

Terceira mais antiga e uma das mais importantes unidades de conservação do país, o Parque Nacional da Serra dos Órgãos é referência na proteção de fauna e flora e também em visitação. O PARNASO tem mais de 200 quilômetros de trilhas em todos os níveis de dificuldade, inclusive com acessibilidade garantida para cadeirantes. A trilha que permite a passagem de cadeira de rodas e também um caminho mais fácil para pessoas com outras dificuldades para locomoção é a Suspensa, localizada na parte baixa da sede Teresópolis. Depois de um período de três anos sem visitação, o atrativo foi reaberto na última terça-feira, 21, e garante uma experiência diferenciada para o visitante. Construída sobre um aqueduto do início do século XX, esta trilha corta um trecho de Mata Atlântica em nível elevado em relação ao terreno, permitindo ao visitante uma observação mais próxima da copa das árvores.

A trilha possui piso de madeira e corrimão, permitindo acesso até a cadeirantes na maior parte do seu do percurso. Foto: Marcello Medeiros/Diário


A trilha possui piso de madeira e corrimão, permitindo acesso até a cadeirantes na maior parte do seu do percurso. “A trilha é circular, sendo possível retornando para a Estrada da Barragem por escadarias ou pelo mesmo caminho, no caso de cadeirantes. No trecho final a trilha atinge grandes alturas em relação ao solo, de até oito metros e permite belas visões da floresta e dos paredões do PARNASO. Uma escada dá acesso a poços do rio Paquequer, ótima opção de banho em dias quentes”, divulgou o PARNASO esta semana. Essa trilha é considerada leve, com extensão de 1300 metros e duração de aproximadamente uma hora.
Iniciando pela Praça da Barragem é possível caminhar até a escada que desce à esquerda voltando para a Estrada da Barragem (mirante do Beija Flor). Continuando em frente, a trilha suspensa leva o visitante até uma ponte sobre o Rio Paquequer, passando por uma escada que leva até a cachoeira Ceci-Peri. Com acesso pela Avenida Rotariana, o Parque Nacional da Serra dos Órgãos funciona de terça-feira a domingo, incluindo feriados, das 7h às 16h. Às segundas-feiras o parque permanece fechado para manutenção interna, não havendo visitação. Desde 2020 o parque passou a ser gratuito em todas as suas áreas: entrada, estacionamento e trilhas. “Atingida a lotação máxima, os portões são fechados e não serão reabertos. Respeitando-se a lotação diária correspondente às mesmas e o controle de público é dado por ordem de chegada”, informa a unidade de conservação. Para acesso ao parque a identificação individual é obrigatória (CPF acompanhado de documento com foto – RG, CNH ou passaporte). Além da Trilha Suspensa, veja a seguir outros caminhos na parte baixo da Sede Teresópolis.

Na ampliação da Trilha Suspensa, poucos anos após sua inauguração, nos trechos onde não havia o aqueduto foi construída uma estrutura semelhante. Foto: Marcello Medeiros/Diário

Estrada da Barragem
Nível de dificuldade: leve. Extensão: 3.000m. Duração: 2 horas (ida e volta). Estrada calçada em paralelepípedo com trânsito liberado para automóveis. É a via que dá acesso a todas as trilhas da sede Teresópolis. Ideal para caminhadas de lazer, tem extensão de três quilômetros e placas indicativas de distância em intervalos de 500m. A estrada conta com vários mirantes, recantos para descanso, duchas e cascatas. A estrada termina na Praça da Barragem.

Trilha da Primavera
Nível de dificuldade: leve. Extensão: cerca de 500m. Duração: 15 minutos. A trilha tem 15 minutos de caminhada leve, para todas as idades. O visitante experimenta a sensação de estar em uma mata preservada, sendo possível observar inúmeras espécies. Entre elas destaca-se o palmito-juçara (Euterpe edulis), espécie ameaçada de extinção pelo corte indiscriminado.

Trilha Mozart Catão
Nível de dificuldade: leve a moderado. Extensão: 800m. Duração: 1h30 (ida e volta). Esta trilha cruza pequenos cursos d’água e floresta de encosta até chegar ao Mirante Alexandre Oliveira com vista para a cidade de Teresópolis e o Parque Estadual dos Três Picos, ao fundo. Os nomes da trilha e do mirante homenageiam dois alpinistas teresopolitanos, mortos ao tentar escalar a face sul do Aconcágua, em 1998.

Trilha Cartão Postal
Nível de dificuldade: moderado. Extensão: 1.200m. Duração: 2 horas (ida e volta). Esta bela trilha, com acesso pela Estrada da Barragem próximo à antiga pousada, cruza área de floresta com belas vistas da montanha e dá acesso a um mirante voltado para a cadeia de montanhas da Serra dos Órgãos, proporcionando ao visitante um novo ângulo de observação do Dedo de Deus do meio da floresta. No caminho é possível observar algumas grandes árvores, como o jequitibá.

Edição 02/03/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Mutirão de inscrições do Pré-vestibular Social em Teresópolis

Capela mais antiga de Teresópolis ganha rota cultural

É preciso quitar todas as dívidas do veículo para obter o CRLV 2024

Fla bate Madureira no Maracanã por 3 a 0 e conquista Taça Guanabara

Do abrigo para o lar, a importância das feiras de adoção de pets

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE