Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Votação sobre abertura de Comissão Processante contra Tricano será dia 9

A Câmara de Vereadores de Teresópolis marcou a votação para decidir sobre a abertura de Comissão Processante contra o prefeito Mario Tricano para o dia 9 de novembro, após a entrega do parecer favorável à abertura de investigação entregue pela Comissão de Legislação. Esperava-se que já na sessão desta terça-feira pudesse ocorrer a decisão, porém houve a necessidade de aumentar o prazo para definir os procedimentos que serão tomados por conta do pedido de suspeição contra Maurício Lopes e Da Ponte feito por Tricano. De acordo com o que foi decidido pela Comissão de Legislação, ambos não integrarão a eventual CP, porém terão garantido o voto sobre a decisão de abri-la.

Marcus Wagner

A Câmara de Vereadores de Teresópolis marcou a votação para decidir sobre a abertura de Comissão Processante contra o prefeito Mario Tricano para o dia 9 de novembro, após a entrega do parecer favorável à abertura de investigação entregue pela Comissão de Legislação. Esperava-se que já na sessão desta terça-feira pudesse ocorrer a decisão, porém houve a necessidade de aumentar o prazo para definir os procedimentos que serão tomados por conta do pedido de suspeição contra Maurício Lopes e Da Ponte feito por Tricano. De acordo com o que foi decidido pela Comissão de Legislação, ambos não integrarão a eventual CP, porém terão garantido o voto sobre a decisão de abri-la.
Esta primeira denúncia contra Tricano que será apreciada na próxima semana se refere a irregularidades nos repasses da prefeitura ao Tereprev, mesmo tipo de problema que deu base para a cassação de Arlei Rosa. “Enviamos para a Mesa Diretora que deu andamento ao posicionamento da Comissão de Legislação, no dia 9 passaremos para a manifestação do plenário e no mesmo haverá votação de quem fará parte da CP. Eu, Tenente Jaime e o Dudu do Resgate trabalhamos arduamente, tivemos ameaças de todos os jeitos, todas as formas, todo tipo de intimidação para tentar nos impedir, mas seguimos e trouxemos um resultado positivo”, afirmou o vereador Luciano, que é presidente da Comissão. 
Ainda de acordo com o parlamentar, a gravidade da denúncia é clara e o caminho deve ser mesmo pelo início do processo de investigação e ainda acredita que outra denúncia deverá ter o mesmo destino: “Estamos fazendo tudo dentro da lei. A denúncia que chegou até nós tem fatos contundentes que nos preocupam, por isso foi aberto esse inquérito. Se a denúncia fosse algo que não tivesse nada a ver, tudo bem, mas nós verificamos cada página e vimos que tem algo que de fato compromete o município. Agora a Câmara vai decidir. Ainda tem um segundo pedido que iremos analisar e provavelmente teremos duas CP’s na Câmara”.

Comissão analisa pedido de suspeição de Dedê e Leleco por apoiarem Tricano
Depois da decisão de retirarem os nomes de Maurício Lopes e Da Ponte dos possíveis nomes que poderão compor a CP do Tereprev, a Comissão de Legislação agora avalia tomar a mesma decisão a respeito de Dedê da Barra e Leleco por serem apoiadores de Tricano. Foi aberto prazo para que eles declarem o posicionamento sobre essa possibilidade: “O Maurício e o Da Ponte declinaram de participar para não ter nenhum problema, dar veracidade ao trabalho e não ser um empecilho, eles recuaram, deixaram à vontade, mas terão o direito de votar garantido. O mesmo direito demos ao Dedê a o Leleco que respondam em 48 horas se vão querer fazer parte ou não. O que queremos é fazer um julgamento claro e dentro da lei”, explicou Luciano.

Câmara fará sessão extraordinária no dia 9 para ouvir secretário de Saúde
O secretário de Saúde Carlos Dias não compareceu à sessão da Câmara de Vereadores desta terça-feira conforme a convocação que foi feita pelos parlamentares para que ele desse esclarecimentos sobre o caos na saúde pública de Teresópolis. Ele enviou um ofício ao Poder Legislativo justificando que precisaria de mais prazo para reunir documentos e que poderia comparecer no dia 9 de novembro. Como será o mesmo dia em que haverá a votação da Comissão Processante contra Tricano como pauta única, os vereadores aprovaram que se realize uma sessão extraordinária no mesmo dia às 17 horas.
Por conta de rumores que Carlos Dias seria demitido da pasta da Saúde, em que está de forma interina, os vereadores decidiram convocá-lo citando que ele seja ouvido independentemente de suas atribuições no dia da audiência, já que ele também é secretário de governo e interino também na secretaria de Ciência e Tecnologia.

 

Tags

Compartilhe:

Edição 21/06/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Quando Paquetá é a ponta de um iceberg

Sine divulga 206 vagas de emprego em Teresópolis

SOME COM O DINHEIRO E MENTE EM NOTA OFICIAL: “Calote na empresa de ônibus seria culpa dos vereadores”

A Empatia verdadeira e a Depressão

DIABETES: O direito de tratamento fornecido pelo SUS e planos de saúde

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE